Minas Gerais Torcedor do Galo é condenado pela Justiça por agressão a rival em 2018

Torcedor do Galo é condenado pela Justiça por agressão a rival em 2018

Briga envolvendo torcedores rivais aconteceu após clássico em março de 2018; por estar preso a dois anos, o réu foi solto logo após o julgamento

Imagens flagraram a briga entre torcedores rivais

Imagens flagraram a briga entre torcedores rivais

Reprodução / RecordTV Minas

Um membro de uma torcida organizada do Atlético-MG foi condenado a 1 ano, 9 meses de 29 dias por ter agredido um integrante de uma torcida organizada do Cruzeiro em março de 2018. Por estar preso há mais de dois anos, o réu foi solto logo após o julgamento.

Inicialmente, o MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) acusou o suspeito de tentativa de homicídio por motivo fútil, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Porém, durante o julgamento, o próprio MPMG pediu que a acusação fosse alterada. Assim, o réu foi julgado e condenado por lesão corporal, promoção de tumulto, prática e incitação à violência.

Veja: Cruzeirense morre após briga entre torcidas organizadas na Grande BH

Durante a sessão, a juíza Fabiana Cardoso Gomes Ferreira afirmou que o acusado deveria ter uma “conduta exemplar”, pelo fato de ter sido campeão mineiro e brasileiro de artes marciais, inclusive sendo professor de luta.

Relembre o caso

No dia 5 de março de 2018, após um clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG, dois grupos de torcedores rivais se enfrentaram no bairro Prado, na região Oeste de BH. Câmeras de segurança flagraram a briga.

As imagens mostram um torcedor do Cruzeiro se aproximando do grupo rival. Em certo momento, ele se desequilibra e cai. A vítima é encurralada por diversos rapazes com a camisa do Galo, que agridem o homem com socos, chutes e pauladas. Ele foi internado, sofreu diversas fraturas no maxilar e teve a fala comprometida por mais de dois meses.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel.

Últimas