Minas Gerais Covid-19: Juiz de Fora (MG) investiga morte de menino já vacinado

Covid-19: Juiz de Fora (MG) investiga morte de menino já vacinado

Segundo a prefeitura, garoto de 11 anos que não teria comorbidades foi diagnosticado com a doença nesta semana

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Coronavírus

Coronavírus

Portal Correio

A Prefeitura de Juiz de Fora, a 290 km de Belo Horizonte, investiga a morte de um menino de 11 anos, nesta quarta-feira (9), possivelmente causada pela Covid-19.

O garoto recebeu a primeira dose da vacina contra o coronavírus no último dia 21 de janeiro. Segundo a prefeitura, ele não tinha comorbidades. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, teste rápido antígeno realizado no menor na terça-feira (8) revelou que ele estava com a doença.

A prefeitura, no entanto, ainda aguarda o laudo que acusa a causa do óbito. "A Secretaria de Saúde informa que até o presente momento não foi notificada pela equipe do Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] sobre a causa do falecimento", explicou em nota.

Ainda segundo o município, o garoto esteve em uma UBS (unidade básica de saúde), na terça, com tosse, febre, cefaleia, dor de garganta e fadiga. A família informou ao hospital que os sintomas se iniciaram no último dia 5. Ele foi medicado.

"Na UBS, foi realizado exame médico, em que todos os sinais vitais apresentaram normalidade: frequência cardíaca 108 batimentos por minuto, saturação de oxigênio a 99% e pressão arterial dentro do padrão normal", detalhou a prefeitura sobre o quadro do paciente.

Ainda segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a criança recebeu prescrição de "medicamentos recomendados para combater os sintomas da Covid-19". São eles: azitromicina 600 mg, dipirona em gotas, prednisolona 3 mg e soro fisiológico nasal.

"A Secretaria de Saúde reforça que todos os protocolos e procedimentos médicos foram seguidos rigorosamente e acompanha de perto a situação da família", concluiu a prefeitura em nota.

Últimas