Minas Gerais Crime da Vale: mineradora inicia cadastro para repasse a atingidos

Crime da Vale: mineradora inicia cadastro para repasse a atingidos

Mineradora irá repassar às vítimas da lama em Brumadinho, região metropolitana de BH, valores de R$ 15 mil a R$ 50 mil

Barragem estourou em 25 de janeiro

Barragem estourou em 25 de janeiro

Reprodução/RecordTV

A Vale inicia nesta segunda-feira (11) o registro para repassar valores de R$ 50 mil e R$ 15 mil aos atingidos pelo estouro da barragem de Feijão, em Brumadinho, em 25 de janeiro. Até o útimo balanço do Corpo de Bombeiros, divulgado no domingo (10), 165 pessoas morreram em outras 160 estão desaparecidas.

‘Para matar, vocês são rápidos’: a tensa reunião em que a Vale recusou pedidos de vítimas da lama de Brumadinho

Este apoio financeiro não é uma indenização, a qual poderá ser cobrada judicialmente pelos atingidos posteriormente.

Funcionário da Vale faz denúncia exclusiva para o Domingo Espetacular

Os moradores da Zona de Autossalvamento do Plano de Emergência de Barragens e de Mineração poderão receber o valor de R$ 50.000. Já quem desenvolvia atividades produtivas ou comerciais na área vão receber R$15.000. Importante dizer que muitas famílias podem ter direito aos dois valores.

Leia outras notícias no R7

O cadastro ocorre na Estação do Conhecimento (Rodovia MG 040, KM 49, área rural Brumadinho). Os atingidos poderão ir ao local, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

Veja os documentos necessários:
1) Dados pessoais do requerente: nome completo, RG, CPF, data de nascimento, endereço completo, email e telefone.
2) Dados bancários: banco, número do banco, agência e conta - com dígitos - e tipo de conta (corrente ou poupança).

Quem poderá receber os R$ 50 mil?

O valor será por imóvel, mesmo que haja mais de uma família na mesma residência. 

Quem poderá receber os R$ 15 mil?

1) Produtor rural que mantinha atividade produtiva na Zona de Autosssalvamento, independentemente da relação de propriedade, do número de áreas de produção e do tamanho da área.

2) Meeiros, arrendatários, posseiros também poderão receber o valor.

3) Comerciantes que mantinham estabelecimento comercial ou desenvolviam pequenas atividades industriais na ZAS. Precisam levar, neste caso, o registro da atividade na Junta Comercial, alvará municipal

A Vale disponibilizará o suporte para abertura de conta bancária no Banco do Brasil, caso haja necessidade.
Informações:

0800 031 0831 (Alô Brumadinho)
0800 821 5000 (Ouvidoria da Vale)

R7
    Access log