Minas Gerais Deslizamento em área de mina da Vale soterra operário em MG

Deslizamento em área de mina da Vale soterra operário em MG

Deslizamento ocorreu em área de descarte de materiais da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, onde barragem se rompeu em janeiro de 2019

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli e Célio Ribeiro*, do R7

Pessoa foi soterrada após deslizamento de terra

Pessoa foi soterrada após deslizamento de terra

Divulgação / CBMMG

Uma pessoa foi soterrada junto a uma retroescavadeira após um deslizamento de terra em um talude da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a pessoa ainda não foi localizada. Pelo menos cinco viaturas da corporação estão a caminho do local.

A mina Córrego do Feijão, que é de responsabilidade da Vale, ficou conhecida após uma das barragens que compõem o complexo de extração mineral ter se rompido em janeiro de 2019. Na ocasião, 270 pessoas foram mortas e 11 estão desaparecidas até hoje.

O soterramento teria ocorrido em uma área de descarte de material e não no local onde os bombeiros concentram as operações de busca por vítimas do rompimento da barragem.

Resgate

Em entrevista à Record TV Minas, o porta-voz do Corpo de Bombeiros, tenente Pedro Aihara, deu detalhes sobre o caso. O operador estava em uma área de descarte de materiais quando a retroescavadeira interferiu na estrutura do talude, causando o deslizamento.

Segundo Aihara, a primeira equipe a chegar no local foi a que trabalha na procura das vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho. O tenente deu detalhes da operação de resgate da vítima.

— Estamos tentando estabilizar a terra no entorno para retirar o operador com segurança. É um trabalho que demanda muito cuidado para não causar novos deslizamentos.

Em nota, a Vale disse que equipes estão no local do acidente mobilizadas para o resgate do trabalhador, que operava a retroescavadeira.

Últimas