Minas Gerais Empresário é preso suspeito de atropelar e matar ex-sogra em BH

Empresário é preso suspeito de atropelar e matar ex-sogra em BH

Caso aconteceu no bairro Paraíso, região Leste da capital; segundo a Polícia Militar, o homem disse que tinha intenção de matar a ex-namorada

  • Minas Gerais | Virgínia Nalon, da Record TV Minas

Segundo a polícia, empresário não era habilitado

Segundo a polícia, empresário não era habilitado

Reprodução / Record TV Minas

Um empresário de 42 anos foi preso em flagrante suspeito de atropelar e matar a ex-sogra no bairro Paraíso, na região Leste de Belo Horizonte. Segundo a polícia, o detido informou que também tinha a intenção de matar a ex-namorada.

O crime aconteceu na porta da casa da vítima. Célia Maria Moraes Costa, de 60 anos, estava na calçada conversando com uma amiga quando o empresário, dirigindo uma caminhonete, se aproximou em alta velocidade e jogou o veículo na direção das mulheres. Com o impacto, parte do portão foi arrancada e a vítima foi arremessada. O empresário fugiu sem prestar socorro.

De acordo com o sargento Bruno Faria de Araújo, da PM (Polícia Militar), o empresário se escondeu em uma igreja evangélica e teria confessado o crime ao segurança do local, que acionou os militares.

— Durante o atendimento à vítima, ele teria ligado para a ex-companheira. Então eu peguei o número e liguei para ele, tentando descobrir onde conseguiria encontrá-lo.

Veja: Policial suspeito de matar namorada morre baleado durante fuga
 

Vítima morreu duas horas após chegar ao hospital

Vítima morreu duas horas após chegar ao hospital

Reprodução / Record TV Minas

Após a prisão, ele contou aos agentes que a intenção era matar a ex-namorada. A motivação seria a descoberta de que a ex seria garota de programa e mantinha um site de danças eróticas. A mulher nega as informações e alega que o relacionamento entre os dois já havia terminado há um ano.

Dentro do veículo, os policiais encontraram a faca. O homem também apresentava sinais de embriaguez e não tem habilitação.

O empresário presta depoimento à Polícia Civil na manhã deste sábado (10). Em seguida ele será encaminhado ao sistema prisional.

Últimas