Minas Gerais Fundador da Ricardo Eletro é transferido para Minas Gerais

Fundador da Ricardo Eletro é transferido para Minas Gerais

Empresário Ricardo Nunes foi preso, na manhã desta quarta-feira (8), em São Paulo, suspeito de sonegar mais de R$380 milhões em impostos

  • Minas Gerais | Célio Ribeiro*, do R7

Empresário desembarcou com uma hora de atraso do horário previsto

Empresário desembarcou com uma hora de atraso do horário previsto

Reprodução / RecordTV Minas

O empresário Ricardo Nunes, preso por suspeita de sonegação de impostos, foi transferido para Minas Gerais, na tarde desta quarta-feira (8). O fundador da Ricardo Eletro chegou ao Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, por volta das 16h30, e deve ser encaminhado para um presídio da região.

As investigações apontam que a rede de lojas deixou de repassar ao governo do Estado cerca de R$380 milhões referentes ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Logo após a prisão do empresário, na manhã desta quarta (8), o promotor de Justiça Fábio Reis de Nazareth afirmou ter recebido ligações de promotores da Paraíba, Rio de Janeiro, Goiás e Bahia. Segundo ele, o grupo empresarial também teria dívidas ativas nestes Estados.

O delegado da Polícia Cívil Vitor Abdala disse que a previsão é de que Ricardo Nunes preste depoimento até sexta-feira (10).

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas