Governo recua e desiste de nomear ex-diretor da Samarco para estatal

José de Moraes iria comandar a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, mas foi substituído pelo engenheiro naval Dante de Matos

Engenheiro deve assumir o cargo nos próximos dias

Engenheiro deve assumir o cargo nos próximos dias

Divulgação / Governo de Minas / Marco Evangelista

O Governo de Minas Gerais recuou e desistiu de nomear o ex-executivo da Mineradora Samarco, José Tadeu de Moraes, como diretor-presidente da Codemig (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais). No lugar dele, o conselho da empresa aprovou, nesta sexta-feira (8), a indicação do engenheiro naval Dante de Matos.

Um e-mail do atual presidente da companhia, Marco Antônio Castello Branco, ao qual o R7 teve acesso no final de fevereiro, já dava Moraes como certo para o cargo. Contudo, a mudança de nome aconteceu após a repercussão da indicação.

Em nota, o governo informou que a escolha foi feita a partir de um “criterioso processo seletivo” e que Matos possui as competências necessárias para assumir a função.

Dante de Matos é graduado em engenharia naval pela USP (Universidade de São Paulo), com especializações pela Fundação Dom Cabral e pelo Instituto Europeu de Administração de Empresas, da França.

O engenheiro tem experiência na administração de empresas multinacionais e startups. Ele também tem passagens por empresas dos Estados Unidos, África do Sul, Chile, Inglaterra e Alemanha.

A posse do novo diretor-presidente ainda não tem data marcada, mas deve acontecer nos próximos dias.

Codemig

A Codemig é uma empresa pública, controlada pelo Governo de Minas, que atuam na realização de projetos, obras, serviços e empreendimentos, na busca de novas oportunidades de negócios para o Estado. O órgão também trabalha para valorizar o potencial mineral do Estado.