Minas Gerais Idosa perde R$ 13 mil ao cair em 'golpe do bilhete premiado' em BH

Idosa perde R$ 13 mil ao cair em 'golpe do bilhete premiado' em BH

Homem disse que não sabia como sacar o prêmio que havia ganho na loteria e prometeu repassar parte do valor a ela; vítima está desesperada

Uma idosa teve um prejuízo de R$ 13 mil ao cair no "golpe do bilhete premiado" em Belo Horizonte. A família da vítima tenta, agora, identificar os suspeitos para ajudar a investigação da Polícia Civil.

A senhora teria sido abordada por um homem de 70 anos em uma rua do bairro Cidade Jardim, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. O homem afirmava ter sido sorteado em um prêmio na loteria, mas não sabia como sacar o valor. Logo depois, um outro homem, que se identificou como um empresário rico, apareceu e ofereceu ajuda.

Idosa perdeu R$ 13 mil em golpe do bilhete premiado

Idosa perdeu R$ 13 mil em golpe do bilhete premiado

Reprodução / Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Segundo o filho da vítima, que prefere não se identificar, o homem teria mostrado uma mala com dólares e disse que, no momento, não tinha como sacar nenhum valor em reais. Para ajudar o idoso, ele prometeu que iria depositar R$ 20 mil na conta da mulher caso ela sacasse algum valor e repassasse para o ganhador do prêmio.

Golpe

Os dois homens eram, na verdade, comparsas. Eles teriam levado ela de carro até uma agência bancária e realizado ao menos cinco saques, em um valor total de R$ 13 mil. De acordo com o filho da vítima, os estelionatários desapareceram depois disso, e a idosa está desesperada.

— Ela está inconsolável, praticamente vivendo à base de medicamentos. O dano emocional é muito maior que o material

Veja: Grupo que aplicava golpe do bilhete premiado é preso em Contagem

A família agora tenta ter acesso às imagens das câmeras de segurança próximas ao local em que ela foi abordada pela dupla, já que isso poderia ajudar os investigadores a identificar os estelionatários. Em nota, a Polícia Civil de Minas Gerais informou que já está apurando o caso.

Conto do vigário

O "golpe do bilhete premiado" é um dos mais antigos aplicados por estelionatários. Uma pessoa diz que ganhou um prêmio mas não consegue fazer a retirada, então oferece parte do dinheiro ou outra vantagem para a pessoa que aceitar adiantar parte do valor.

Apesar de tradicional, o esquema tem sido atualizado com o passar dos anos, e os golpistas estão aproveitando a inocência das pessoas para lucrar. De acordo com o advogado Danilo Ramos, é preciso desconfiar de pessoas que ofereçam vantagens sem nenhum esforço ou trabalho em troca.

— A pessoa sempre tem que desconfiar dessas vantagens muito fáceis. Temos que lembrar que não existe isso de ‘bilhete premiado’.

Últimas