Minas Gerais Infraero vai ampliar aeroporto que usa apenas 35% da capacidade

Infraero vai ampliar aeroporto que usa apenas 35% da capacidade

Órgão público vai investir R$ 5 milhões para que o terminal de Montes Claros (MG) consiga receber quase o dobro de passageiros que comporta atualmente

Aeroporto é o único do Norte de Minas Gerais

Aeroporto é o único do Norte de Minas Gerais

Reprodução / Google Street View

A Infraero anunciou que vai gastar R$ 5 milhões com a ampliação de um aeroporto em Montes Claros, a 422 km de Belo Horizonte, no Norte de Minas Gerais, que tem recebido apenas 35% da sua capacidade máxima de passageiros.

Com o projeto, o terminal passará a comportar 1,5 milhão de visitantes por ano, em vez dos atuais 800 mil. Contudo, segundo a própria Infraero, a unidade “tem registrado pouco mais de 280 mil usuários” anualmente.

Atualmente, cinco voos diários passam pelo aeroporto de Montes Claros. Está prevista uma nova linha com destino a Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo, que deve começar a operar em abril. Além dela, não há informações sobre outros destinos por parte do órgão responsável pela administração do terminal.

O projeto de ampliação prevê aumento de 153% do terminal de passageiros, que vai passar de 733 m² para 1.857,61 m². Só a sala de embarque ficará 458% maior.

As mudanças também contemplam a instalação de novos assentos e a reforma dos banheiro. As áreas de check-in serão ampliadas em 90%, ganhando dois novos balcões, além de totens de autoatendimento.

A Infraero ainda não informou quando as reformulações vão ser concluídas, mas adiantou que o edital da obra deve ser publicado até o final deste semestre.

Pista

Nesta segunda-feira (25), a presidente do órgão de fiscalização de aeroportos, Martha Seillier, o Secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann, e autoridades municipais de Montes Claros se reúnem para o anúncio da ampliação e para entregar uma outra reforma que começou em julho do ano passado.

Desta vez, foi feito o recapeamento da pista, a reforma do Centro de Operações e foram comprados carros contra incêndio e equipamentos para o ar-condicionado.

Aeroportos foram arrematados em leilão por R$ 2,377 bilhões

Segundo a direção do terminal, este foi o maior investimento (R$ 11,21 milhões) do Governo Federal no aeroporto nos últimos 15 anos. O terminal, que tem 38 anos de operação, é o único da região com voos comerciais.

Procurado pelo R7, a Infraero informou que a ampliação da unidade é importante para "aumento do nível de conforto e modernização da estrutura".