Minas Gerais Linhas de ônibus param de rodar em BH após paralisação de viação

Linhas de ônibus param de rodar em BH após paralisação de viação

Empresa Transoeste anunciou suspensão das atividades, a partir desta quinta-feira (13), por falta de dinheiro para combustível

  • Minas Gerais | Kiuane Rodrigues, da Record TV Minas

Estação Diamante foi afetada pela paralisação

Estação Diamante foi afetada pela paralisação

Kiuane Rodrigues/Record TV Minas

Os portões da garagem da empresa Transoeste, que representa 80% da frota de ônibus da região do Barreiro, amanheceram fechados nesta quinta-feira (13). O Setra-BH (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte) comunicou, nesta quarta-feira (12), que a companhia não rodaria por falta de dinheiro para comprar combustível.

O reflexo da paralisação já é sentido na Estação Diamante, mas agentes da BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte) orientam os passageiros a embarcar nas linhas que estão funcionando. 

O sindicato que representa as empresas explicou que a viação, dona de 88 veículos, anunciou a suspensão das atividades por tempo indeterminado. Uma outra companhia, que pertence ao Consórcio Pedro II, teria óleo diesel suficiente para rodar apenas até o próximo domingo (16).  (Veja abaixo a lista de linhas afetadas)

Por meio de nota, a Prefeitura de Belo Horizonte informou que foi informada da paralisação e que "está buscando uma solução para o problema de maneira que a população não saia prejudicada". Na tarde desta quinta-feira (13), o prefeito Alexandre Kalil (PSD) marcou uma reunião com representantes do Setra-BH para discutir o problema. 

Veja as linhas administradas pela Transoeste:

32 - 35 - 303 - 304 - 305 - 308 - 309 - 310 - 311 - 313 - 314 - 315 - 318 - 319 - 325 - 329 - 330 - 332 - 335 - 336 - 337 - 340 - 3029 - 3055 - 3250  - 3350

Últimas