Minas Gerais Mais um pai é suspeito de agredir o filho devido a "para casa" em MG

Mais um pai é suspeito de agredir o filho devido a "para casa" em MG

Garoto de 10 anos relatou que o agressor também teria feito ameaças dizendo que da próxima vez iria matá-lo

  • Minas Gerais | Juliana Leal, da TV Paranaíba

Um homem de 29 anos é suspeito de agredir o filho de 10 anos após a criança se recursar a fazer o dever de casa, na cidade de Uberaba, a 483 km de Belo Horizonte. O pai foi detido e liberado após prestar esclarecimentos à polícia.

A mãe da vítima disse aos militares que o menino passou o fim de semana na casa do pai. Na manhã desta segunda-feira (28), ao buscar a criança na residência do ex-marido, ela percebeu a presença de vários hematomas na barriga, costas, braços e pernas e levou o menino até um hospital da cidade.

Veja: Morre em BH criança espancada pelo pai por causa de "para casa"

Criança afirma ter sido ameaçada de morte pelo pai

Criança afirma ter sido ameaçada de morte pelo pai

Reprodução / Record TV Minas

Segundo a PM, a criança afirmou que foi agredida após o pai descobrir que o ela estaria enfrentando alguns problemas na escola e que, por isso, não queria fazer o dever de casa.

O relato aponta que o suspeito bateu na criança com um cinto, desferiu um tapa em seu rosto e teria ameaçado: “Na próxima, eu te mato”.

A mãe do garoto afirma ter entrado em contato com o ex-marido e perguntado o motivo das agressões. O suspeito teria se justificado afirmando que “nunca havia dado uma lição no filho”.

O caso foi registrado pela Polícia Militar como lesão corporal e será investigado pela Polícia Civil. O Conselho Tutelar do município vai pedir ao Ministério Público que retire do pai os direitos de ver o filho aos finais de semana.

Segundo caso

Este é o segundo caso do tipo registrado em Minas Gerais nesta semana. Nesta terça-feira (29), um menino de 6 anos morreu no Hospital João 23, em BH, após ser internado com ferimentos múltiplos provocados pelo pai durante uma sessão de espancamento, na cidade de Caratinga, a 193 km da capital mineira. O homem confessou as agressões e foi preso.

Últimas