Medioli lidera intenções de votos pela Prefeitura de Betim em 2020

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas aponta que atual prefeito da cidade da Grande BH teria 29,2% dos votos, caso a eleição fosse hoje

Gestão de Medioli tem 52,2% de aprovação

Gestão de Medioli tem 52,2% de aprovação

Pablo Nascimento / R7 - 25.09.2019

Um levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, divulgado nesta quinta-feira (17), mostra que o empresário  Vittorio Medioli lidera as intenções de votos para concorrer à reeleição pela Prefeitura de Betim, na Grande BH, em 2020. Em cenário estimulado, o atual chefe do Executivo Municipal tem 29,2% dos votos.

Além de Medioli, o instituto apresentou os seguintes nomes aos entrevistados: Maria do Carmo, Carlaile Pedrosa, Welinton Sapão e Wenceslau Moura.

Maria do Carmo recebeu 25,4% das intenções de votos; Carlaile Pedrosa, 19,3%; Welinton Sapão, 7,6% e Wenceslau Moura, 2,2%. Do total de entrevistados, 11,7% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos apresentados. Os que não sabem em quem votar, somam 4,6%

Para Murilo Hidalgo, diretor do Instituto Paraná Pesquisas, a disputa estaria acirrada entre o atual prefeito e Maria do Carmo.

— Teremos um pleito mais apertado se a candidata Maria do Carmo entrar na disputa.

Aprovação

Os eleitores também foram questionados se aprovam o atual Governo de Betim. O atual chefe do executivo municipal, teve 52,2% de aprovação dos entrevistados; 43,9% disseram desaprovar e 3,9% não sabem ou não quiseram opinar. Para o diretor do Instituto Paraná, os números são positivos.

— Pode ser considerada boa a avaliação, diante da crise que o município enfrenta.

Romeu Zema

O instituto de pesquisas fez ainda um levantamento sobre o que os moradores de Betim acham da gestão do governador Romeu Zema (Novo). Questionados se aprovam ou desaprovam a administração estadual, 53,9% dos entrevistados disseram que aprovam o trabalho do governo; 41%, que desaprovam; 5,1% não sabem ou não opinaram.

O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 720 pessoas, no município de Betim, entre os dias 09 e 13 de outubro. O grau de confiança da pesquisa é de 95% para uma margem de erro estimada em 3,5% para os resultados gerais.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento