Minas Gerais Meninos são retirados de clube após denúncia de abuso sexual

Meninos são retirados de clube após denúncia de abuso sexual

Adolescente de 14 anos que mora no alojamento em Ibirité (MG) relatou que foi abusado pelo treinador de futebol

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7, com Record TV Minas

Clube afastou treinador após denúncias

Clube afastou treinador após denúncias

Reprodução / Record TV Minas

O Conselho Tutelar de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte, retirou do alojamento Itapoã Parque Clube, nesta terça-feira (14), nove menores que viviam no local para realizarem o sonho de se tornarem jogadores de futebol.

A medida foi tomada após um adolescente de 14 anos que também morava no local denunciar ter sido vítima de estupro supostamente praticado pelo treinador. O suspeito de 38 anos não foi mais visto após a divulgação do caso.

O jovem, que veio do Pará para participar da equipe, relatou à polícia que foi abusado duas vezes dentro da academia. Segundo ele, o treinador aguardava os colegas sair do local para cometer os abusos. Em uma das vezes, ele teria começado a acariciar o corpo da vítima durante uma massagem. O adolescente ainda disse que o homem teria  oferecido R$ 100 para que ele não relatasse o caso.

Outros  três jogadores prestaram depoimento na delegacia da cidade e confirmaram terem sido assediados pelo treinador em troca de dinheiro. Todos os menores foram encaminhados para um abrigo.

Mauro Lúcio Gomes, advogado do clube, afirmou que a instituição foi informada sobre o caso e tomou as medidas cabíveis de imediato.

— O clube foi procurado por meio de outra pessoa. Assim que teve conhecimento, o clube afastou o profisional.

O adolescente vivia no local há um mês. O suspeito não foi mais visto após o caso ser denunciado. Segundo a prefeitura, o clube tem alvará de funcionamento.

Últimas