Minas Gerais Minas amplia flexibilização e coloca 13 das 14 regiões na "onda verde" 

Minas amplia flexibilização e coloca 13 das 14 regiões na "onda verde" 

Macrorregião Triângulo do Sul foi única a não avançar para onda verde; novas determinações começam a valer no sábado (28)

Triângulo do Sul é a única na onda amarela

Triângulo do Sul é a única na onda amarela

Divulgação / Imprensa MG

Minas Gerais tem apenas uma macrorregião na onda amarela do plano Minas Consciente.  O Comitê Extraordinário da covid-19 anunciou, nesta quinta-feira (26), que as regiões Triângulo do Norte e Nordeste progrediram para a onda verde. Das 14 regiões do Estado, apenas o Triângulo do Sul não progrediu para a onda verde.

As novas determinações do plano começam a valer a partir do próximo sábado (28). Desde o último dia 19 de agosto, o Minas Consciente não tem regiões na onda vermelha, quando a região Triângulo do Sul avançou para onda amarela.

— A situação de Minas voltou a ser homogênea, os dados são muito positivos e temos consistência na queda da doença, ressaltou o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti.

Para saber mais detalhes sobre o plano Minas Consciente e sobre a situação do seu município ou região, acesse o site do Governo de Minas.

Avanços

Ainda de acordo com o Governo de Minas, a ocupação dos leitos tem reduzido em média 30% no Estado. O número de óbitos pela covid-19 também está diminuindo, assim como os casos de pacientes internados por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), que, segundo o governo, estão em tendência de queda.

Veja também: Minas tem queda de 18% na incidência de novos casos de covid

Minas já aplicou a primeira dose da vacina da covid-19 em mais de 77% dos mineiros. Já as pessoas imunizadas com o reforço ou com a aplicação única totalizam mais de 34% da população do Estado.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas