Minas Gerais Mineradora volta às atividades em Mariana após 5 anos da tragédia

Mineradora volta às atividades em Mariana após 5 anos da tragédia

Operações da Samarco foram reiniciadas, nesta quarta-feira (23), em MG e ES; em novembro de 2015, rompimento matou 19 pessoas 

  • Minas Gerais | Do R7

A minerador Samarco anunciou, nesta quarta-feira (23), a retomada das atividades de extração de minério no complexo Germano, em Mariana, na região Central de Minas Gerais, e Ubu, no Espírito Santo. O reinício marca também os cinco anos da tragédia que matou 19 pessoas soterradas pela lama, durante o rompimento da barragem no dia 5 de novembro, de 2015.

Segundo o diretor-presidente da Samarco, Rodrigo Vilela, a empresa está comprometida com uma mineração moderna, segura e sustentável.

—  Tomamos a decisão de retornar de uma forma gradual, com muita segurança e usando novas tecnologias. Este momento reflete o compromisso da empresa com o reinício sustentável, a segurança operacional, o meio ambiente e o relacionamento com as comunidades.

Tragédia

No dia 5 de novembro, a barragem da Samarco em Mariana se rompeu jogando 39 milhões de metros cúbicos de lama. O colapso da estrutura matou 19 pessoas, deixou comunidades e florestas destruídas, além de poluir a bacia do Rio Doce.

Na tentativa de minimizar os danos, foi firmado em maio de 2016 um acordo entre a Samarco, suas acionistas Vale e BHP Billiton, os governos de Minas Gerais e do Espírito Santo, além do federal.

Últimas