Minas Gerais MP barra a torcida Máfia Azul nos estádios por mais um ano

MP barra a torcida Máfia Azul nos estádios por mais um ano

Decisão aplicada após episódios de violência ligados aos cruzeirenses amplia banimento para até o mês de março de 2024

  • Minas Gerais | Pollyana Sales, da Record TV Minas

Torcida organizada do Cruzeiro já estava banida dos estádios desde março

Torcida organizada do Cruzeiro já estava banida dos estádios desde março

Cruzeiro Esporte Clube/Divulgação

O Ministério Público de Minas Gerais informou, nesta segunda-feira (10), que aplicou uma nova medida educativa que proíbe a torcida organizada do Cruzeiro, a Máfia Azul, de frequentar os estádios do país e os entornos em dias de jogos.

A medida é pelo prazo de um ano e será válida a partir de março de 2023. A decisão foi aplicada diante dos novos eventos de violência envolvendo integrantes da torcida.

Na última quarta-feira (05), no jogo entre Cruzeiro e Ituano dentro do Mineirão, pela série B do Campeonato Brasileiro, uma criança de 7 anos ficou ferida ao ser atingida por uma cadeira, arremessada por um integrante da torcida organizada. Em setembro, a torcida também se envolveu em uma briga com torcedores do Palmeiras, na BR-381, em Carmópolis de Minas, em que vários integrantes ficaram feridos.

Também foi determinado que a Máfia Azul permaneça proibida de, nos dias de jogos do Cruzeiro, utilizar as sedes da torcida, sob pena de multa no valor de R$ 50 mil.

A torcida organizada do time celeste já foi banida do estádios, em março, pelo prazo de um ano. A nova medida será aplicada a partir de março de 2023, aumentando a pena total do afastamento para dois anos.

O atual banimento proíbe o uso de qualquer vestimenta, faixa, bandeira, instrumento musical ou qualquer objeto que possa caracterizar a presença da Máfia Azul nos estádios ou nos entornos em dias de jogos.

A reportagem tenta contato com a direção da torcida.

Últimas