Minas Gerais Mulher atira em marido após achar vídeo íntimo da filha no celular dele

Mulher atira em marido após achar vídeo íntimo da filha no celular dele

Suspeita alega ter sido ameaça de morte após encontrar vídeos da filha tomando banho; caso aconteceu em Manhumirim (MG)

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli e Célio Ribeiro*, do R7

Mulher encontrou vídeos da filha no celular do marido

Mulher encontrou vídeos da filha no celular do marido

Reprodução / Google Street View

A Polícia Militar prendeu na noite de quinta-feira (22), uma mulher suspeita de atirar no próprio marido em Manhumirim, a 310 km de Belo Horizonte. Ela teria cometido o crime após encontrar vídeos íntimos da filha do casal no celular dele.

A Polícia Militar foi até o bairro Córrego Lessa após receber denúncias de uma tentativa de homicídio. Durante o trajeto, eles acabaram encontrando com a suspeita, de 35 anos, que estava caminhando em uma das ruas do bairro.

Aos policiais, a suspeita alegou que o marido teria chegado em casa por volta das 17h com sinais de embriaguez e o casal teria começado a discutir. O marido foi dormir e a mulher decidiu pegar o celular dele. Ela afirma que encontrou no celular alguns vídeos da filha do casal, de 18 anos, tomando banho

Veja: Pai confessa que matou suspeito de se envolver com a filha de 12 anos

Revoltada, ela decidiu questionar o marido, que teria ameaçado ela de morte e, na sequência, pegado uma arma. A mulher teria, então, tirado a arma da mão do homem e dado um tiro na barriga dele.

Logo após o disparo, a suspeita pediu ajuda a uma vizinha e, juntas, levaram a vítima até uma unidade de saúde da cidade. Os médicos constataram uma perfuração na região pélvica e a vítima deve passar por uma cirurgia nas próximas horas.

Além dos vídeos da filha, a mulher também alegou que sofria violência doméstica recorrentemente. No local, os militares encontraram um revólver calibre 38 com 5 balas intactas e a cápsula da bala disparada pela suspeita.

A mulher foi presa e encaminhada à delegacia de Manhuaçu, a 282 km de Belo Horizonte. A reportagem aguarda mais informações da Polícia Civil.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas