Minas Gerais PF descobre esquema de fraude em compra de armas de fogo em MG

PF descobre esquema de fraude em compra de armas de fogo em MG

Operação cumpre oito mandados contra despachantes e contadora suspeitos de envolvimento na falsificação de documentos

PF cumpre 8 mandados nesta terça

PF cumpre 8 mandados nesta terça

Pixabay

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta terça-feira (8), oito mandados de busca e apreensão para combater um esquema de fraude no processo de autorização para aquisição de armas de fogo em Divinópolis, a 160 km de Belo Horizonte. Seis mandados são cumpridos na cidade e outros dois em Nova Serrana, distante 50 km. 

Entre os alvos estão endereços ligados a despachantes e a uma contadora e um escritório onde também funciona um estande de tiro. Os mandados foram emitidos pela Justiça Federal em Divinópolis. 

De acordo com informações da Polícia Federal, uma investigação encontrou documentos falsos apresentados por pessoas que queriam comprar armas de fogo. Isso porque a Lei 10.826/03 exige que os interessados em adquirir armas apresentem documentos que comprovem exercer uma ocupação lícita. 

Para cumprir essa exigência, alçgumas pessoas começaram a apresentar notas fiscais para simular atividades de compra e venda de mercadorias ou de prestação de serviços que nunca aconteceram. Segundo a PF, essa prática foi identificada em diversos processos apresentados por despachantes que atuam em processos de autorização para aquisição de armas de fogo em Divinópolis.

De acordo com a PF, os investigados podem responder por falsidade ideológica e uso de documento falso e pegar até 5 anos de prisão. 

Últimas