Minas Gerais Polícia encontra uma tonelada de maconha dentro de carro em MG

Polícia encontra uma tonelada de maconha dentro de carro em MG

Motorista afirmou que levava a droga de Divinópolis até Governador Valadares, mas policiais desconfiam da versão; homem receberia R$ 10 mil

Motorista levava 1.300 kg de maconha dentro de carro

Motorista levava 1.300 kg de maconha dentro de carro

Reprodução / PRF

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) encontrou 1.300 kg de maconha dentro de um carro importado na cidade de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. A droga estava separada em blocos.

Durante o patrulhamento, os policiais desconfiaram de um homem que dirigia um carro importado com várias avarias e mal conservado. Além disso, o motorista estava dirigindo acima da velocidade e de forma desordenada.

Os agentes pediram que o condutor parasse em uma barreira sanitária próxima do local. Ele parou, mas, quando os policiais se aproximaram, ele ligou o carro, tentou fugir pelo acostamento e bateu em um barranco. O homem tentou escapar a pé, mas foi parado por policiais militares.

Veículo alugado

Ao abrir o veículo, os policiais encontraram vários blocos de maconha espalhados por todo o carro. Segundo a PRF, o veículo, que é alugado, foi adaptado para transportar a droga. Os bancos do carona e traseiro foram retirados, além dos forros das portas. As janelas foram pintadas com tinta escura e até um odorizador de ambiente era utilizado para disfarçar o forte cheiro da droga.

Veja: Três jovens são condenados por vender drogas dentro da UFMG

O homem de 41 anos já tinha antecedente criminal por tentativa de homicídio. O suspeito afirmou que a droga veio de Divinópolis, na região Centro Oeste do Estado, e tinha como destino Governador Valadares, no Vale do Rio Doce. O motorista afirmou que receberia R$ 10 mil pelo transporte da droga.

A droga foi apreendida pela Polícia Federal, que irá investigar o caso. Os policiais acreditam que o caso pode ter relação com o tráfico internacional de drogas.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel.

Últimas