Minas Gerais Polícia prende suspeito de matar vigia dentro de Ministério em BH

Polícia prende suspeito de matar vigia dentro de Ministério em BH

Porteiro foi detido na rodoviária de Lagoa Santa, na região metropolitana; motivação do crime ainda é investigada

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7, com Record TV Minas

Maria Rita foi morta a tiros na sede do órgão

Maria Rita foi morta a tiros na sede do órgão

Reprodução / Record TV Minas

A Polícia Civil prendeu, na tarde desta quarta-feira (29), o porteiro do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) suspeito de matar uma colega de trabalho a tiros na sede do órgão, no bairro Cidade Jardim, na região Centro-Sul de Belo Horizonte.

José Martins Dutra, de 44 anos, foi detido na Rodoviária de Lagoa Santa, na região metropolitana da capital mineira. Passageiros que estavam no terminal teriam reconhecido o homem e chamado os policiais civis, que abordaram e prenderam o suspeito. Ainda não se sabe se ele chegava em Lagoa Santa ou estava tentando fugir no momento da prisão.

Testemunhas relataram à (PM) que suspeito teria chegado para o trabalho um pouco mais cedo do que o normal e estaria carregando uma bolsa. Ainda de acordo com as informações, Dutra entrou no vestiário utilizado pela vítima, pegou a arma que ela usava para trabalhar e atirou contra a colega, Maria Rita Pereira da Silva, de 46 anos. O autor fugiu em seguida e teria sido visto entrando em um ônibus.

A motivação do crime ainda é desconhecida, mas as informações iniciais apontam para possível problema na relação profissional entre os dois. Funcionários disseram à polícia que o suspeito apresentava instabilidade emocional.

Procurado, o Mapa lamentou o ocorrido e informou que vai colaborar com as investigações. "O fato citado aconteceu com dois funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviços de vigilância para a Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais. O Ministério da Agricultura lamenta o ocorrido e está colaborando na realização das perícias e investigações necessárias para o trabalho da Polícia", destacou a pasta em nota.

*​Estagiário do R7 sob a supervisão de Pablo Nascimento.

Últimas