Minas Gerais Polícia prende três suspeitos de chacina com cinco mortos em MG

Polícia prende três suspeitos de chacina com cinco mortos em MG

Assassinatos teriam sido motivados por disputa no tráfico de drogas em Itabirito (MG); entre os feridos, está uma menina de 2 anos de idade

Chacina deixou cinco mortos e três feridos em Itabirito (MG)

Chacina deixou cinco mortos e três feridos em Itabirito (MG)

Record TV Minas

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu três homens suspeitos de matar cinco pessoas e ferir outras três em Itabirito, a 57 km de Belo Horizonte. A chacina teria sido motivada por disputas relacionados ao tráfico de drogas na cidade.

No dia 8 de agosto, cinco homens, divididos em um carro e uma moto, se dirigiram ao bairro Macacos. Eles entraram na casa e atiraram na direção de todos os que estavam no local. Quatro morreram na residência e um no hospital. Uma criança de dois anos foi ferida, mas passa bem.

Os alvos seriam uma pessoa que está presa e uma outra pessoa que teria sido vítima de uma tentativa de assassinato em maio deste ano. Um dos presos, apontado como mentor do crime, teria idealizado a chacina por conta da disputa por pontos de venda de drogas na cidade.

Veja: Advogado vai a júri popular por tentativa de feminicídio contra ex

De acordo com o delegado Alfredo Rezende Coelho, o aumento na população da cidade e do mercado consumidor pode ter intensificado a disputa.

— Itabirito é uma área em expansão e com a proliferação de condomínios de alto luxo. Com isso, houve o aumento no mercado consumidor e organizações criminosas passaram a visar a cidade, buscando um lucro maior.

Segundo as investigações, a chacina aconteceria cinco dias antes, mas um dos envolvidos foi atingido por um tiro acidental. O grupo resolveu levar o homem a uma unidade de saúde da cidade e se organizaram para cometer o crime no dia 8.

Durante as buscas, foram apreendidos 55 tabletes de maconha. Além dos três presos, outros dois suspeitos já foram identificados e são considerados foragidos.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas