Pré-candidato é preso por ameaçar e divulgar nudes de mulheres em MG

Suspeito é acusado de chantagear mulheres em troca de dinheiro e encontros sexuais; uma das vítimas perdeu o emprego após ter fotos íntimas divulgadas

Suspeito de extorsão era pré-candidato a prefeito

Suspeito de extorsão era pré-candidato a prefeito

Divulgação PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu um homem acusado de chantagear mulheres, por meio de ameaças de divulgação de fotos íntimas delas na internet. O suspeito foi preso na última quarta-feira (29) em Montes Claros, a 422 km de Belo Horizonte.

O suspeito, que foi identificado pela polícia apenas pelas iniciais M. R. F. C., era pré-candidato a prefeito em São José das Missões, a 207 km de Montes Claros.                     

Segundo a investigação, o suspeito se aproximava de mulheres com idade entre 45 e 50 anos e com situação financeira estável. Após adquirir confiança, ele pedia fotos íntimas das mulheres. Quando não conseguia as imagens, ele fazia montagens com a ajuda de um software.

Após reunir um número considerável de imagens, o acusado exigia valores em dinheiro e até mesmo encontros sexuais para não divulgar as fotos. Em alguns casos, ele chegou a mandar as imagens íntimas para os maridos e filhos das mulheres. Uma das vítimas perdeu o emprego depois que suas imagens foram divulgadas entre os colegas de trabalho.

De acordo com a delegada Karine Maia Costa, oito vítimas do suspeito já foram identificadas e cinco prestaram depoimentos. A delegada afirmou que o homem também fazia vítimas em outras cidades. Uma mulher de Belo Horizonte já prestou queixa na Polícia Militar contra o mesmo suspeito.

O suspeito está preso preventivamente na Cadeia Pública de Bocaiúva, a 369 km de Belo Horizonte. Ele poderá ser indiciado pelo crime de extorsão.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli