Minas Gerais Quatro cães são envenenados e esfaqueados em 48 horas em BH

Quatro cães são envenenados e esfaqueados em 48 horas em BH

Denúncia foi feita pela ONG Amor em Quatro Patas, que fica localizada no Aglomerado da Serra, na região Centro-Sul de BH; um cão morreu

Cão foi envenenado e esfaqueado em BH

Cão foi envenenado e esfaqueado em BH

Divulgação/amoremquatro4patasmg

Em menos de 48 horas, quatro cães foram envenenados e esfaqueados na Vila Marçola, no Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte. As denúncias de maus-tratos foram feitas por integrantes da ONG Amor em Quatro Patas.

Os animais foram atacados entre esta sexta-feira (24) e sábado (25). A cadela Princesa foi envenenada e não resistiu. Já o cãozinho chamado Pequeno, que foi envenenado e levou três facadas, está internado em estado grave na clínica São Francisco de Assis, no bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste de BH, sem previsão de alta.

Outros dois cães, Amarelão, que também foi esfaqueado, e Hulk, foram internados com sintomas de envenenamento. Eles foram atendidos e levados para o abrigo onde fica localizado a ONG, também no aglomerado. A suspeita é de que os cães tenham sido contaminados por chumbinho.

Segundo Aline Fernandez, a situação dos cães pioraou durante a pandemia.

— As pessoas tendem a jogar o animal na rua por ser uma forma mais fácil para se livrar do problema. Como são famílias mais carentes e sem muitas condições de mantê-los, eles jogam na rua.

Ela ainda diz que os voluntários da ONG, que é um projeto sem fins lucrativos, ajudam os cães em situação de rua.

— Os cães são dóceis. Os voluntários dão água e comida, além de casinhas que construimos para que eles tenham um lugar para dormir. Também disponibilizamos água e ração para terem o que comer.

Violência contra cães

Casos de maus tratos contra cães estão sendo frequentes. Conforme mostrou o R7, no início do mês um cachorro da raça pitbull foi amordaçado com arame farpado e teve as patas traseiras decepadas por um facão, em Confins, na região metropolitana de BH. 

Sansão ficou internado por cerca de 20 dias para receber tratamento. O cão teve alta neste sábado (24) e irá ganhar uma prótese para ajudar na sua locomoção. O suspeito do crime foi levado para a delegacia e autuado por maus tratos contra Sansão e outrs 13 animais. O homem foi multado em R$ 19 mil. 

* Estagiário do R7 sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas