Minas Gerais Soterramento de carro com família causa mortes em Brumadinho (MG)

Soterramento de carro com família causa mortes em Brumadinho (MG)

Cinco pessoas, dentre elas duas crianças, estavam no veículo que saiu da cidade de Paula Cândido, a 254 km de Belo Horizonte

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7, com Record TV Minas

Família estaria desviando interdição no momento

Família estaria desviando interdição no momento

Reprodução / redes sociais

Um carro foi soterrado por um barranco, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o Corpo de Bombeiros, os ocupantes seriam cinco pessoas da mesma família. Dentre elas, havia duas crianças. Os corpos de quatro vítimas foram encontrados nesta segunda-feira (10).

O veículo estava desaparecido desde o último sábado (8). De acordo com parentes, o grupo seguia da cidade de Paula Cândido, a 254 km de Belo Horizonte, ao Aeroporto Internacional de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte. O carro da família foi visto pela última vez às 15h, do sábado, em uma praça de pedágio na cidade de Itabirito, a 57 km da capital mineira.

O tenente André Vinte, do Corpo de Bombeiros, explica que a suspeita é que o motorista tenha desviado por dentro da serra da região para cortar o bloqueio de via na BR-040, em Nova Lima, devido ao transbordamento de um dique. Segundo o militar, no caminho, o veículo teria sido atingido por um barranco que desmoronou, sendo arrastado para dentro de um condomínio.

Barranco desmoronou na região de Brumadinho (MG)

Barranco desmoronou na região de Brumadinho (MG)

Akemi Duarte / Record TV Minas

"Há riscos de mais deslizamentos no local devido ao solo saturado", detalhou o militar sobre a situação encontrada na área.

Uma casa também foi levada pela lama. O imóvel estava vazio. O médico-legista Thales Bittencourt, da Polícia Civil, explica que os moradores do condomínio não suspeitaram que o veículo estivesse debaixo da lama, já que não havia sinais aparentes.

Após o início das buscas no local, o corpo de uma criança foi encontrado próximo aos destroços que restaram do carro. Em seguida, o corpo de um adulto também foi achado. Segundo Bittencourt, um familiar confirmou que trata-se de uma das duas criaças que estavam no carro. As identificações serão confirmadas pela Polícia Civil.

"Estamos com dois trabalhos distintos. O primeiro é o da perícia criminal para entender a dinâmica da tragédia e o deslocamento dessa terra, que atingiu que a avenida Nair Martins Drummond, perto do Topo do Mundo, desceu serra abaixo, atravessou a alameda dentro do condomínio, destruiu uma casa e carregou esse carro junto. A câmera do condomínio flagrou esse carro supostamente subindo a serra pouco antes do evento", detalhou o médico-legista.

De acordo com a família, dentro do carro estavam dois homens de 42 e 41 anos, uma mulher de 40 anos, um garoto de 6 e uma menina de 3 anos. Segundo o Corpo de Bombeiros, apenas o corpo do menino não foi localizado. A família morava em Mato Grosso do Sul. De acordo com parentes, estariam no veículo:

1 - Geovane Vieira Ferreira, de 42 anos
2 - Henrique Alexandrino dos Santos, de 41 anos
3 - Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino Santos, de 40 anos
4 - Vitor Cardoso Alexandrino Santos, de 6 anos
5 - Ana Alexandrino Santos, de 3 anos

Últimas