Três acusados de feminício durante pandemia vão a juri popular em MG

Assassinatos aconteceram entre abril e maio deste ano em Belo Horizonte e suspeitos estão presos desde então; data do júri ainda será anunciada

Três acusados de feminicídio vão a júri popular

Três acusados de feminicídio vão a júri popular

Reprodução / Pixabay

Três homens acusados de feminicídios ocorridos entre abril e maio desde ano, durante a pandemia da covid-19, irão a júri popular. A informação foi confirmada pelo TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais).

O primeiro suspeito, com iniciais S. S. L., é acusado de ter matado, com golpes na cabeça, a companheira com quem viveu durante 12 anos e ter escondido o corpo dentro da parede da casa em que moravam. O homem teria confessado o crime a familiares.

Um outro homem, com iniciais C. M. S., é suspeito de ter assassinado a enteada na comunidade Morro do Papagaio, na zona Sul de Belo Horizonte. O homem teria dado golpes de faca na nuca da vítima, cortando parcialmente o pescoço.

Veja: Mulher é morta por namorado com 21 facadas em Contagem (MG)

O terceiro réu, com iniciais E. M. F., é acusado de ter matado a companheira com mais de 25 facadas após a mulher ter ganhado uma carona na volta ao trabalho. Após o crime, ele ainda tentou se matar, mas sem sucesso.

Por conta da gravidade dos crimes, os três acusados estão detidos desde o acontecimento dos casos e irão aguardar as fases de recurso e julgamento na prisão. A data de cada um dos julgamentos será confirmada nas próximas semanas.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel.