Minas Gerais UFMG decide manter uso obrigatório de máscaras no campus

UFMG decide manter uso obrigatório de máscaras no campus

Apesar da flexibilização no estado, comitê da instituição de ensino optou por continuar com as medidas restritivas em seus espaços

  • Minas Gerais | Ana Gomes, Do R7

Universidade não informou quando pretende liberar

Universidade não informou quando pretende liberar

Pixabay/Reprodução

A UFMG (Universidade Federal Minas Gerais) optou por manter o uso obrigatório de máscaras em seus espaços. A decisão foi divulgada à comunidade acadêmica nesta quarta-feira (27). O item de proteção contra a Covid-19 deixou de ser exigido em Belo Horizonte nesta quinta-feira (28) em locais fechados e, a partir de domingo (1º), está liberado em todo o estado.

Por meio de nota, a instituição de ensino reconheceu a melhora dos índices epidemiológicos em Minas Gerais, mas afirmou que o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus da universidade decidiu por continuar com as medidas restritivas.

“A avaliação do Comitê da UFMG de Enfrentamento ao Novo Coronavírus é a de que ainda é prudente manter os cuidados para evitar a transmissão do vírus. O período de outono e inverno aumenta a circulação de diversos vírus respiratórios e ainda não sabemos como será o impacto dessa sazonalidade na capacidade do nosso sistema de saúde, exausto e sobrecarregado pelas consequências diretas e indiretas da pandemia”, escreveu. 

No texto, a UFMG também reforça a importância de utilizar os espaços abertos e bem ventilados e do afastamento das atividades caso alguns dos alunos ou servidores tenham algum sintoma.

Sem máscaras em BH

Começou a valer, nesta quinta-feira (28), o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em Belo Horizonte.

Apesar da liberação, o item de proteção continuará a ser cobrado em algumas situações, como no transporte público e nas respectivas estações de embarque e desembarque, no transporte escolar e nas unidades de saúde. Nos locais abertos, a flexibilização já aconteceu no dia 4 de março.

Últimas