Minas Gerais Vacinação contra covid em MG deve ter drive-thru e escolta da polícia

Vacinação contra covid em MG deve ter drive-thru e escolta da polícia

Governo Estadual já montou plano para organizar como será a aplicação do imunizante para quando o medicamento for aprovado pela Anvisa

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Data para vacinação ainda não foi apresentada

Data para vacinação ainda não foi apresentada

Turkish Airlines/via Reuters - 18.11.2020

O plano de vacinação do Governo de Minas contra a covid-19 prevê a aplicação do medicamento em drive-thrus e o apoio do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar para escoltar as doses.

O documento que organiza o Estado para a campanha de vacinação, que ainda não tem data para acontecer, foi divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde de Minas), nesta quinta-feira (25).

O texto indica que o Estado deve orientar os profissionais de saúde quanto aos cuidados necessários com a vacina, comprar suprimentos para a aplicação do imunizante e garantir o acompanhamento da população vacina para identificar eventuais efeitos colaterais “por se tratar de uma vacina nova”.

Assim como acontece com as demais campanhas, a vacinação contra o novo coronavírus deve acontecer nos postos de saúde, mas também há previsão de operações do Exército Brasileiro para atender a população nas ruas, em tendas montadas em pontos estratégicos.

Leia também: Prefeito diz que BH tem dinheiro para garantir vacina

Em comunicado enviado à imprensa, o governador Romeu Zema (Novo) revelou que o Governo Estadual já comprou mais de 50 milhões de agulhas e seringas, além de ter garantido 700 câmaras frigoríficas para armazenas as ampolas, que precisam ser mantidas em baixas temperaturas.

— Estamos fazendo toda lição de casa para vacina ser distribuída imediatamente para todos 853 municípios mineiros, assim que ela chegar.

Zema lembrou, ainda, que a responsabilidade pela compra dos medicamentos é do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde.

— O Ministério da Saúde tem coordenado a aquisição e Minas tem acompanhado e participado. Nenhum Estado terá privilégio ou será prejudicado, no diz respeito à vacinação.

Datas

Durante reunião na ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais), na última semana, o secretário de Saúde de Minas, Carlos Eduardo Amaral, disse que a expectativa é que a vacinação possa começar no Estado a partir de janeiro de 2021.

A data, contudo, ainda não foi confirmada já que nenhum imunizante ainda foi registrado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O relatório da SES indica que ao menos três vacinas estão em fase avançada de pesquisa.

A definição dos grupos que vão receber o medicamento primeiro deve ser apresentada pelo Ministério da Saúde na próxima semana.

Últimas