Vale vai ter que usar R$ 108 mi de multas em Brumadinho (MG)

Acordo homologado pela Justiça prevê que recursos devem ser empregados em obras infraestrutura nas regiões afetadas pelo rompimento

Valor não pode ser usado em obras de reparação

Valor não pode ser usado em obras de reparação

Reprodução/Record TV

O TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) divulgou, nesta segunda-feira (30), que os R$ 108.782.890 que a Vale deve pagar em multas devido ao rompimento de Brumadinho devem ser usados, exclusivamente, na execução de obras de infraestrutura na região afetada.

O acordo prevê, ainda, que o valor não pode ser aplicado em ações de reparação aos danos causados pela tragédia, que já são de responsabilidade da empresa.

Na homologação do acordo, que ocorreu na última sexta-feira (27), ficou determinado que os recursos devem ser empregados em áreas como saúde e projetos socioambientais.

Leia mais: Indenizações a vítimas de barragem já custaram R$ 2,8 bilhões à Vale

Conforme estabelecido na sentença, o MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) deverá ser informado sobre qualquer repasse, pagamento ou saque do valor depositado pela Vale. Isso irá assegurar que a totalidade dos valores da multa terá a destinação devida, da forma combinada entre as partes.

A reportagem procurou a Vale para comentar decisão, mas aguarda retorno.

*Estagiária do R7 sob a supervisão de Pablo Nascimento