Zema vai adiantar repasses a cidades atingidas por chuvas

Segundo o governador de Minas Gerais, municípios que não aderiram ao acordo para receber pagamento de dívidas também serão beneficiados

Zema apresentou medidas que vão ser adotadas

Zema apresentou medidas que vão ser adotadas

Reprodução / Record TV Minas

O governador Romeu Zema (Novo) anunciou, nesta quarta-feira (29), que vai adiantar repasses aos municípios que decretaram situação de emergência devido às fortes chuvas que atingiram o Estado.

Os valores são referentes ao parcelamento da dívida que o Governo Estadual tem com as prefeituras. Um acordo firmado em 2019 prevê que a gestão de Zema vai destinar 33 parcelas de R$ 336 milhões a cerca de 842 municípios.

Contudo, cidades como Belo Horizonte, que não assinaram o acordo, vão receber as parcelas de janeiro, fevereiro e março para ajudar nos gastos com ações emergenciais relacionadas às chuvas. Segundo o anúncio feito, o dinheiro deve cair na conta das prefeituras que decretaram emergência nos dia 31 de janeiro e 12 dos dois meses seguintes. Para as demais, o valor será depositado no último dia do mês.

Outro destaque apresentado por Zema é a cooperação de grandes empresas que estão se mobilizando junto à Fiemg para arrecadar doações para as vítimas e disponibilizar mão de obra para ajudar na reconstrução das cidades destruídas.

Um convênio com os Correios vai garantir a entrega dos donativos da Cruz Vermelha e do Servas (Serviço Voluntário de Assistência Social) ás famílias desabrigadas.

Fotos mostram destruição causada por chuva em BH: