Câmara confirma Eduardo Bolsonaro como novo líder do PSL

Comando do partido na Casa deixou as mãos do deputado Delegado Waldir nesta segunda-feira (21), em nova reviravolta 

Eduardo Bolsonaro minimizou crise no PSL

Eduardo Bolsonaro minimizou crise no PSL

Luis Macedo / Câmara dos Deputados / CP

A Secretaria-Geral da Câmara dos Deputados confirmou no início da tarde desta segunda-feira (21) que o deputado Eduardo Bolsonaro (SP) é o novo líder do PSL na Casa. Em nova reviravolta pela liderança do partido, ele tira do posto o deputado Delegado Waldir (GO), que na semana passada havia comemorado a continuidade no cargo.

Eduardo Bolsonaro recebeu o apoio de 28 deputados em lista apresentada pela manhã pelo líder do governo, deputado Vitor Hugo (PSL-GO). A lista tinha 29 assinaturas, mas uma não foi confirmada pela Secretaria-Geral da Mesa.

Na lista há deputados que haviam assinado um documento que apoiava o líder anterior, o Delegado Waldir.

Delegado Waldir já divulgou um vídeo em que reconhece o novo líder. "Aceitamos democraticamente a nova lista", afirmou.

Leia mais: Deputado do PSL infiltrado gravou fala sobre implosão de Bolsonaro

A disputa foi alvo de polêmica na semana passada e mostrou um racha no partido. Na quinta-feira (17), as revistas "Época" e "Crusoé" divulgaram um áudio com uma ligação do presidente Jair Bolsonaro mostrando a tentativa do presidente de conseguir assinaturas para retirar Delegado Waldir do comando do partido na Câmara. 

No mesmo dia, o R7 e a Record TV revelaram um áudio em que Delegado Waldir afirmava que iria implodir o governo com uma gravação e em que chama o presidente Jair Bolsonaro de "vagabundo". 

Delegado Waldir é ligado ao presidente nacional do partido, Luciano Bivar, que entrou em rota de colisão com o presidente Jair Bolsonaro e com quem trava um embate pelo comando do partido.

Na disputa, o PSL anunciou que suspenderia cinco deputados do grupo bolsonarista.