WhatsApp baniu mais de 400 mil contas nas eleições de 2018

Em documento enviado à CPI das Fake News, empresa afirmou que foram identificadas violações a seus termos de uso, como disparos em massa

Senador Angelo Coronel (PSD-BA), presidente da CPI

Senador Angelo Coronel (PSD-BA), presidente da CPI

Geraldo Magela/Agência Senado 27.02.2019

O WhatsApp afirmou ter banido mais de 400 mil contas do Brasil durante as eleições de 2018. A informação consta de documento enviado nesta segunda-feira (18) ao senador Angelo Coronel (PSD-BA), presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) das Fake News.

 Segundo a empresa, foram identificadas violações a seus termos de uso, como os disparos em massa de mensagens, entre 15 de agosto e 28 de outubro de 2018.

As plataformas de redes sociais devem colaborar com as investigações da CPI das Fake News, que apura a disseminação de notícias falsas nas eleições de 2018, de acordo com o senador Angelo Coronel.