Autos Carros BMW iX tira nota máxima em teste de segurança na Europa e virá ao Brasil em 2022

BMW iX tira nota máxima em teste de segurança na Europa e virá ao Brasil em 2022

Crossover gabaritou na avaliação de proteção para adultos e crianças

Resumindo a Notícia

  • Modelo tem versão com motor de 523 cv e 765 Nm
  • Crossover também tem configuração com potência de 326 cv e torque máximo de 630 Nm
  • Novidade pode ter autonomia de 630 km
BMW iX também tirou cinco estrelas em todos os testes de impacto realizados

BMW iX também tirou cinco estrelas em todos os testes de impacto realizados

BMW/Divulgação

O BMW iX tirou nota máxima no teste de segurança realizado pelo Euro NCAP, no velho continente. O Crossover elétrico, que será lançado no Brasil no primeiro semestre do próximo ano, gabaritou na avaliação de proteção para crianças e adultos.

Modelo tem consumo entre 19,8 e 23 kWh/100 km

Modelo tem consumo entre 19,8 e 23 kWh/100 km

BMW/Divulgação

O BMW iX também tirou cinco estrelas em todos os testes de impacto realizados. Segundo a montadora, o motivo para ter gabaritado na avaliação foi que o modelo vem equipado com diversos sistemas de assistência ao motorista, que são capazes de evitar acidentes com pedestres, ciclistas e veículos, uma vez que vem equipado com frenagem automática de emergência, entre outros equipamentos. Além disso, o modelo conta com uma estrutura que utiliza o alumínio e o plástico reforçado por fibra de carbono para preservar a integridade do motorista e passageiros dentro da cabine em casos de acidentes.

Modelo tem uma versão que tem autonomia máxima chega a 425 km em um ciclo WLTP

Modelo tem uma versão que tem autonomia máxima chega a 425 km em um ciclo WLTP

BMW/Divulgação

Em relação à novidade, o crossover elétrico conta com a versão xDrive 50, que entrega 523 cv e 765 Nm, com consumo entre 19,8 e 23 kWh/100 km. O alcance dessa configuração é de 630 km em um ciclo WLTP. Já a opção xDrive 40 tem potência de 326 cv e torque máximo de 630 Nm. O consumo de energia fica entre 19,4 e 22,5 kWh/100 km. A autonomia máxima chega a 425 km em um ciclo WLTP.

*Com a colaboração Felipe Salomão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas