Chevrolet Onix fica mais caro na linha 2021 

Perto de completar um ano de lançamento compacto recebe uma nova rodada de reajustes 

Marcos Camargo Jr

A Chevrolet divulgou hoje (25), a linha 2021 do Onix e Onix Plus modelos líderes em vendas nos segmentos hatch e sedã. Em geral o carro que já ganhou as versões RS e Midnight sofreu aumentos de preço e perdeu alguns equipamentos de conveniência. Como principais mudanças ambos os modelos perderam a luz traseira de neblina e itens de conforto como o carregador por indução e a multimídia com tecnologia 4G que fica restrita apenas às versões mais caras.

Na versão de entrada, a Chevrolet optou por deixar os controles de tração e estabilidade, seis airbags, ar-condicionado, direção elétrica e som com USB e bluetooth, porém perdeu as duas entradas USB para os passageiros que andam no banco de trás e o monitoramento de pressão dos pneus. O preço da versão 1.0 MT6 tem preços a partir de R$ 58.590, o aumento foi de R$ 2.800.

Marcos Camargo Jr

Já a versão LT, soma os itens citados acima acrescentando o sistema multimídia MyLink com tela de 8", aumentando 1” em relação a linha 2020. A multimídia ainda conta com espelhamento Android Auto e Apple CarPlay. Como opcional o carro possui carregador por indução. Os preços partem de R$ 60.490 (+R$2.400) na versão hatch e R$ 64.190 (+ R$ 2.400) na versão sedã.

Na versão Turbo AT, as configurações são parecidas com a 1.0 MT6, se diferenciando pelo motor turbo e câmbio automático. Os preços são de R$ 65.390 (+ R$ 300) na versão hatch e R$ 68.390 (sem aumento) na sedã.

Marcos Camargo Jr

A versão LT Turbo MT6, também é similar a versão LT com motor aspirado. Nesta versão o carro perdeu os alto falantes traseiros, faróis e lanternas de neblina, OnStar, Wifi a bordo, sensor de estacionamento traseiro e o monitoramento de pressão dos pneus. Os preços são de R$ 65.490 (+ R$ 1.600) na versão hatch e R$ 69.890. (+ R$ 1.700) na versão sedã.

Na versão LT Turbo com câmbio automático, as baixas foram as mesmas da versão com câmbio manual, acrescentando a perda do volante esportivo. Os preços são de R$ 71.490 (+ R$ 1.400) na versão hatch e R$ 75.290 (+ R$ 2.300) na versão sedã.

Divulgação

Já na versão LTZ com motor turbo existe a opção com câmbio manual e automático. Ambas perderam o sistema WiFi e OnStar, monitoramento de pressão de pneus e carregador de smartphone sem fio. Porém, a Chevrolet manteve os 6 alto-falantes e adotou o MyLink com 8". Os preços da versão manual estão em R$ 68.790 (+ R$ 1.400) na versão hatch e R$ 73.090 (+ R$ 1.400) na versão sedã. Com câmbio automático os valores são de R$ 68.790 (+ R$ 490) e R$ 78.690 (+ R$ 1.500), respectivamente.

Na versão Premier o que antes era item de série passou a ser opcional, como por exemplo: carregador por indução, lanternas em LED, ar-condicionado automático e bancos em revestimento “premium”. Porém, essa é a única versão que possui espelhamento de celular e monitoramento da pressão dos pneus. Os preços estão em R$ 78.690 (+ R$ 1.600) na versão hatch e R$ 82.390 (+ R$ 1.600) na versão sedã.

*Por Guilherme Magna

Últimas