Jeep Renegade 2021 não terá mais versão PCD

Sem isenções fiscais modelo fica R$ 10 mil mais caro de olho em mudanças neste mercado

Renegade STD 1.8 com câmbio automático que custará R$ 81.590

Renegade STD 1.8 com câmbio automático que custará R$ 81.590

Reprodução Internet

Em comunicado divulgado para seus concessionários a Jeep informou que não comercializará mais o Renegade PCD, que era vendida por R$ 69.990. Em seu lugar a marca do grupo FCA colocará a versão Renegade STD 1.8 com câmbio automático que custará R$ 81.590.

Por outro lado a versão repaginada terá mais equipamentos como luz de leitura traseira, rack de teto, alças de teto traseiras e tampão do porta-malas, itens que foram retirados da versão PCD.

Versão repaginada terá mais equipamentos de série

Versão repaginada terá mais equipamentos de série

Reprodução Internet

O SUV é o queridinho do mercado para este público já que teve 77% de emplacamentos voltados para o PCD, ou seja, das 5.748 unidades emplacadas no mês de outubro, 4.476 unidades foram vendidas para atender essa demanda.

Modelo era vendido por R$ 69.990

Modelo era vendido por R$ 69.990

Reprodução Internet

A decisão de não vender mais este modelo vem logo após do governo federal e dos estados do CONFAZ (Comitê de Política Fazendária) limitarem a isenção de IPVA para apenas veículos adaptados e, também, de reduzir o ICMS de 21% para 18%, além de aumentar o tempo de permanência para quatro anos depois da compra. Entre as limitações estão a exclusão de algumas deficiências leves que davam direito a aquisição de carro com desconto e o valor ficou limitado em R$ 70 mil. Outras marcas também seguiram a tendência da Jeep neste mês mas isso pode mudar. Caminho inverso foi seguido pela GM que relançou a versão PCD do Tracker assim como a Volkswagen mantém a oferta do T-Cross Sense para este público assim como Hyundai Creta, Nissan Kicks, Ford EcoSport e Caoa Chery Tiggo 2.

Já andamos na versão Limited 2020. Veja como ele se saiu

*Em colaboração Felipe Salomão

Últimas