Autos Carros McLaren 750S 2024 é revelada com motor V8 de 750 cv

McLaren 750S 2024 é revelada com motor V8 de 750 cv

Esportivo pode fazer de zero a 100 km/h em apenas 2,8 segundos

Resumindo a Notícia
  • Esportivo pode fazer de 0 a 200 km/h em 7,3 segundos

  • Velocidade máxima é de 331 km/h

  • Central multimídia é disposta na vertical com conexão apenas com Apple CarPlay

McLaren 750S 2024 tem visual limpo sem uma ampla grade frontal

McLaren 750S 2024 tem visual limpo sem uma ampla grade frontal

McLaren/Divulgação

A McLaren apresentou na Europa o modelo 750S 2024, que é o sucessor do 720S. O modelo, que tem um visual arrojado, vem equipado com motor V8 de 750 cv. Segundo a fabricante, o bólido pode fazer de zero a 100 km/h em apenas 2,8 segundos. Veja os detalhes.

Modelo faz de 0 a 200 km/h em 7,3 segundos

Modelo faz de 0 a 200 km/h em 7,3 segundos

McLaren/Divulgação

Visualmente, o McLaren 750S 2024 tem visual limpo sem uma ampla grade frontal, mas sim com entradas de ar arredondadas, que casam perfeitamente com os faróis em formato de gota. Já a traseira tem faróis afilados e uma grande saída de ar ao centro. 

Velocidade máxima é de 331 km/h

Velocidade máxima é de 331 km/h

McLaren/Divulgação

Por dentro, o McLaren 750S 2024 tem bancos esportivos, volante com base reta, painel de instrumentos digital e uma central multimídia disposta na vertical com conexão apenas com Apple CarPlay. O modelo ainda tem acabamento em Alcantara e couro Nappa nos bancos, volante e forração de portas e painel.

Multimídia é disposta na vertical com conexão apenas com Apple CarPlay

Multimídia é disposta na vertical com conexão apenas com Apple CarPlay

McLaren/Divulgação

O "coração" do McLaren 750S 2024 é um motor V8 4.0 biturbo, que entrega 750 cv com torque de 81,6 kgfm. A transmissão é automática sequencial de sete posições. Segundo a empresa, é possível fazer de zero a 100 km/h em apenas 2,8 segundos e de 0 a 200 km/h em 7,3 segundos. A velocidade máxima é de 331 km/h.

*Com a colaboração Felipe Salomão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas