Novo Honda Fit surge no Japão: saiba quais as chances dele chegar aqui

Novidade assume personalidade de minvan, ganha versão híbrida inédita e mais conteúdo no modelo 2020

Honda Divulgação

Nesta noite, em Tóquio, a Honda apresentou a nova geração do Honda Fit. Assumindo de vez o perfil de minivan, ele ficou aparentemente mais familiar e ganhou novidades como uma inédita versão híbrida e conteúdos tecnológicos como o sistema Honda Sensing.

Honda Divulgação

Apesar da Honda não comentar suas estratégias futuras, é grande a chance de que o novo Fit chegue ao Brasil no próximo ano assim como o City, que o R7 mostrou. Por aqui sua grande mudança (de design) ocorreu já há 10 anos e de lá para cá e vem mudando muito pouco. 

Painel de orientação retilínea com volante de centro redondo: painel é digital

Painel de orientação retilínea com volante de centro redondo: painel é digital

Honda Divulgação

A versão 2020 perde os fortes vincos e recortes da carroceria. O modelo atual é mais fluído e harmônico com farois arredondados, capô que avança sobre a grade, mantendo os vidros de corte reto e com aparente maior espaço traseiro.

Por dentro a mudança é mais radical ainda. O painel ficou mais horizontal com um recorte à frente do volante com centro arredondado onde está a tela digital do cluster. 

Honda Divulgação

A Honda também não deu detalhes sobre o motor do novo Fit, mas é certo que a marca irá lançar o novo motor de três cilindros 1.0 turbo de 120cv e a inédita versão híbrida e:HEV que deverá manter o propulsor aspirado 1.5 associado ao motor elétrico. Mas os japoneses vão preferir aproveitar a onda de novidade e deixar para divulgar as especificações técnicas em um segundo momento. 

Honda Divulgação

Entre as versões japonesas está uma de apelo aventureiro onde se destaca a faixa sobre o teto de cor chamativa, interior em duas cores e outros detalhes que dificilmente teríamos aqui.

Por hora a marca só confirmou que ele terá o sistema Honda Sensing com sistemas de auxílio ao motorista com controle de cruzeiro adaptativo, alerta de mudança de faixa, aviso de ponto cego entre outros itens que conhecemos aqui no Accord e HR-V Touring mas que não temos no Civic.

Painel com revestimento combinando com couro dos bancos presente em algumas versões

Painel com revestimento combinando com couro dos bancos presente em algumas versões

Honda Divulgação

Outro indício de que certamente será lançado aqui é o perfil de alinhamento dos produtos Honda. O Fit, até o momento, segue a mesma geração fabricada no mundo inteiro. Com a chegada da nova base, novos motores e a solução híbrida, são maiores a chances de que a Honda produza a novidade por aqui com brevidade. O mesmo deve acontecer com o City, que o R7 mostrou em nova versão e que chega no mês que vem a vários países da Ásia. No Japão as vendas começam em fevereiro de 2020.