R7 já viu de perto a nova Chevrolet Montana

Unidade camuflada dá algumas pistas sobre a nova geração da pick-up

  • Autos Carros | Marcos Camargo Jr.

Resumindo a Notícia

  • Montana pode ter de 1.2 litro turbo de três cilindros, que entrega até 133 cv
  • Pick-up será rival da Ford Maverick, Renault Oroch e da líder do segmento Fiat Toro
Pick-up terá inovações em design evoluindo a partir do Tracker com linhas que vieram do Seeker chinês

Pick-up terá inovações em design evoluindo a partir do Tracker com linhas que vieram do Seeker chinês

Chevrolet/Divulgação

A Chevrolet só vão lançar a nova geração da Montana no próximo ano. No entanto, a marca fez questão de dar alguns spoilers a respeito da sua novidade que promete “redefinir o segmento de Pick-ups” no mercado brasileiro.

NOVA MONTANA 2023 VEM AÍ: detalhes, motor, ficha técnica e versões serão mostrados EM BREVE!

Para a sua nova utilitária (vamos falar disso mais adiante) a GM promete ainda o “melhor aproveitamento de espaço interno da categoria” com uma pick-up diferente embora use uma fórmula tradicional neste segmento que abre mão no chassi e adota o monobloco tal qual Fiat Toro e Renault Oroch. “É uma pick-up mais dinâmica e com conforto, aceleração, sensação de um carro gostoso de dirigir, conforto acústico, nada disso está sendo colocado em segundo plano”, diz Rodrigo Fioco, diretor de Marketing de Produto.

Modelo tem porte alongado em relação ao Tracker, ela terá proposta urbana segundo a própria marca

Modelo tem porte alongado em relação ao Tracker, ela terá proposta urbana segundo a própria marca

Chevrolet/Divulgação

O R7-Autos Carros conferiu de perto a novidade em uma unidade ainda completamente camuflada. Com porte alongado em relação ao Tracker, ela terá proposta urbana segundo a própria marca.

Engenharia da GM simulou mais de 15 milhões de quilômetros rodados

Engenharia da GM simulou mais de 15 milhões de quilômetros rodados

Chevrolet/Divulgação

“A Nova Montana foi desenvolvida com o auxílio de supercomputadores e softwares de inteligência artificial. A engenharia da GM simulou mais de 15 milhões de quilômetros rodados e mais 15 mil testes antes mesmo de iniciar a montagem de protótipos físicos para as certificações finais. Isso permitiu otimizar performance, resistência e até a segurança da futura picape da Chevrolet”, disse a marca em um comunicado enviado hoje à imprensa.

Modelo terá pelo menos 20 milímetros a mais para o joelho do passageiro traseiro em relação à concorrência

Modelo terá pelo menos 20 milímetros a mais para o joelho do passageiro traseiro em relação à concorrência

Chevrolet/Divulgação

Mas como é a nova Montana ao vivo?
No primeiro contato podemos ver a nova Montana de perto mas apenas em um contato externo. Toda camuflada se nota a origem do Tracker nas linhas fluidas. A partir da divulgação da primeira imagem da Montana se nota que ela já terá inovações em design evoluindo a partir do Tracker com linhas que vieram do Seeker chinês. Ela também terá faróis em LED, grade ampliada e faróis auxiliares em posição vertical.

Marca já fez mais de 15 mil testes antes mesmo de iniciar a montagem de protótipos físicos para as certificações finais

Marca já fez mais de 15 mil testes antes mesmo de iniciar a montagem de protótipos físicos para as certificações finais

Chevrolet/Divulgação

Analisando a carroceria se nota que a GM tentou esconder um porta objetos oculto nas laterais com um enchimento. Mas de fato a nova Montana pode ganhar seus “RAM boxes” tal qual a pick-up da Stellantis.

AVALIAÇÃO CHEVROLET S10 High Country 2022 após VIAGEM DE 1.000km: pontos POSITIVOS e NEGATIVOS. Veja o vídeo!

A caçamba não teve volume ou dimensões reveladas mas parece de certa forma semelhante ao das concorrentes. O entre-eixos ampliado deixa a intenção da GM mais clara em privilegiar o espaço interno. A motorização “será apenas turbinada” dizem os executivos revelando em parte que ela pode ter o conhecido motor 1.2 turbo da prateleira mas nada está descartado. Próximas informações devem ser reveladas no final do ano quando a Montana deverá ser revelada por completo.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas