Autos Carros Renault investe R$ 1,1 bi para renovar modelos no país; marca deve lançar SUV médio

Renault investe R$ 1,1 bi para renovar modelos no país; marca deve lançar SUV médio

Sandero, Logan, Duster, Duster Oroch, Captur e Kwid devem ganhar nova versão e motor turbo

Resumindo a Notícia

  • Sandero e Logan devem seguir o padrão da versão europeia
  • Kwid pode ter o mesmo padrão da versão vendida na Índia
  • Duster ganhará motor turbo
  • Captur mudará o visual e terá motorização turbo
SUV médio ainda não tem data de lançamento

SUV médio ainda não tem data de lançamento

Renault/Reprodução

A Renault informou que irá investir R$ 1,1 bilhão no complexo industrial Ayrton Senna, no Paraná. Com isso, marca renovará a gama atual de veículos e equipará alguns modelos com motor turbinado, previsão feita em 2019. Além disso, a montadora de origem francesa lançará alguns carros até o próximo ano e veículos elétricos também fazem parte do pacote de novidades. Veja o que pode mudar.

SANDERO 1.0 Zen É MELHOR E MAIS BARATO QUE HB20, ONIX, GOL e KA? Análise, consumo, preços e revisões. Veja o vídeo!

Sandero e Logan devem seguir o padrão europeu
Tanto o Sandero quanto o Logan foram renovados para o mercado europeu, onde são comercializados pela Dacia, marca de baixo custo do Grupo Renault. Por lá, ambos ganharam um visual mais esportivo no início do ano mas ainda devem demorar um pouco para chegar aqui.

Modelo ganhou um visual mais esportivo

Modelo ganhou um visual mais esportivo

Renault/Reprodução

Em relação a motorização os modelos europeus têm opção do motor Sce 1.0 aspirados de três cilindros de 65 cv, o mesmo que é vendido aqui. Contudo, no velho continente existe a opção de um motor turbo de 90 cv de potência, associado a um câmbio manual de seis velocidades ou CV. Os modelos contam com outra versão de 1.0 TCe de 100 cv de força. Vale ressaltar que o modelo é feio sobre a plataforma CMF-B.

LOGAN 1.6 CVT VALE R$ 79 mil? É melhor que Onix Plus, HB20S e Virtus? Preço, review, consumo aqui. Veja o vídeo!

Duster deve ganhar motor turbo

Lançada no ano passado, a Duster mudou o visual, mesmo que timidamente, mas não alterou o motor, que continuou a ser o 1.6 SCe de 120 cv de potência. No entanto, o SUV deverá ganhar o motor 1.3 turbo de 130 cv de potência, que é desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz.

PONTOS NEGATIVOS - NOVO DUSTER 2021 Iconic 2021 1.6 CVT: o que eu NÃO gostei. Veja o vídeo!

Duster Oroch será atualizada

A Duster Oroch é uma picape derivada da Duster. Por isso, passará por alterações estéticas para ficar parecida com seu “irmão” crossover. Além disso, também deverá contar com o motor 1.3 turbo de 130 cv de força.

Picape vai mudar para ficar parecida com o SUV

Picape vai mudar para ficar parecida com o SUV

Renault/Reprodução

Captur deve ficar com visual mais arrojado e também terá motor turbo

A Renault deve lançar a nova geração da Captur ainda neste ano. O utilitário esportivo deverá seguir as características do Kaptur, que é o mesmo carro, só que vendido na Rússia. Por lá, o modelo ficou mais arrojado e, também, ganhará o motor desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz.

CAPTUR É MELHOR QUE KICKS, RENEGADE, TRACKER, T-CROSS, NIVUS E DUSTER? comparativo, motores, consumo. Veja o vídeo!

Kwid com “cara” do modelo indiano

Por aqui o Kwid é líder do seu segmento, porém, a marca não seguirá a premissa de “time que está ganhando não se mexe”. Por isso, deve fazer um face-lift para ficar parecido com a versão comercializada no mercado indiano.

7 novidades do Kwid Outsider 2020! VAI COMPRAR UM? Assista antes está avaliação. Veja o vídeo!

Novo SUV médio Bigster: o que sabemos?
A Renault divulgou em janeiro passado seus planos para a América Latina. No planejamento estava um novo SUV médio para concorrer com Jeep Compass, Volkswagen Tiguan Allspace, Chevrolet Equinox, Toyota RAV4, Caoa Chery Tiggo 7 e Hyundai ix35.

Modelo deve ter espaço para sete passageiros

Modelo deve ter espaço para sete passageiros

Renault/Reprodução

O modelo que foi apresentado pela Dacia, tem o nome de Bigster e antecipa um crossover acima do Duster e Caputr para os próximos anos. Porém, ainda não há previsão de lançamento.
O carro utilizará a plataforma CMF-B, que também será utilizada em modelos da Nissan, pois as marcas têm um acordo de utilização. O utilitário esportivo tem espaço para sete pessoas. No entanto, a motorização ainda não foi divulgada, apenas que terá uma versão híbrida.

Mini SUV Kiger
Recentemente, a Renault revelou na Índia uma mini SUV, o Kiger. O carro será desenvolvido na plataforma CMF-A+, a mesma do Kwid. O utilitário esportivo tem 3,991 metros de comprimento, 1,750 metros de largura, 1,600 metros de altura e 2,500 metros de entre-eixos. O porta-malas tem 405 litros.

5 INDÍCIOS DE QUE O SUV RENAULT KIGER SERÁ FABRICADO NO BRASIL! Igual Nissan Magnite! Veja detalhes. Veja o vídeo!

A motorização será 1.0 de três cilindros aspirado, que entrega 72 cv de potência, mas também haverá uma opção 1.0 turbo de três cilindros de 100 cv de potência com torque de 16,3 kgfm. A transmissão pode ser manual ou automatizada ou CVT automática.

Utilitário esportivo tem 3,991 metros de comprimento

Utilitário esportivo tem 3,991 metros de comprimento

Renault/Reprodução

O veículo pode chegar ao país apenas em 2022. Por aqui, deverá brigar com o Nissan Magnite, que também utiliza a mesma plataforma do carro da Renault, e o novo Citroën C3. Vale ressaltar que os mini SUVs podem decretar a “morte” dos hatchbacks em um futuro próximo, já que outras marcas também trabalham em carros deste porte, como a Hyundai e Fiat.

NISSAN MAGNITE OU MINI KICKS EM 2021 e RENAULT KINGER ou SUV DO KWID. Veja o vídeo!

Elétricos
A montadora ainda planeja que até 2025 35% de seus veículos sejam híbridos e elétricos. Para o Brasil está confirmada a chegada do novo Renault Zoe, que já tem mais de 300 unidades emplacadas no país. Outros modelos que devem ganhar uma nova geração por aqui são o Twizy e o Kangoo Z.E, além do novo Twingo, que rivalizará com o Fiat 500e.

Zoe deve ser atualizado no país

Zoe deve ser atualizado no país

Renault/Reprodução

*Em colaboração Felipe Salomão

Últimas