Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Autos Carros
Publicidade

Teste: BYD Tan com maior autonomia agora impõe respeito

Modelo elétrico marcou estreia da BYD no mercado nacional

Autos Carros|Marcos Camargo JrOpens in new window

Teste: BYD Tan com maior autonomia agora impõe respeito (Marcos Camargo Jr.)

O BYD Tan 2025 ganha novidades importantes e “invisíveis” com sua primeira atualização. Ganha bateria maior, pequena mudança nos itens de série e mantém seu preço bem como reestreia em um novo momento da marca. Quando chegou, a rede da BYD estava começando e agora os olhares do consumidor para a BYD tem um novo perfil. Já existem outros seis modelos à venda da marca e o TAN ocupa a posição de topo de linha.

USO REAL DO NOVO BYD TAN 2024: o carro mais LUXUOSO DA MARCA com mais de 500km de autonomia. Veja o vídeo!

Mas o que mudou?

O BYD Tan é um SUV de grande porte e manteve o motor de 517cv mas o torque subiu de 68 para 70kgfm. E o conjunto de baterias que tinha 86kwh e agora conta com 108kwh. A autonomia também subiu de 400km no ciclo WLTP agora traz 430km (PBEV) e 530 (WLTP). A velocidade máxima é de 190km/h, aumento de 10km/h em relação ao anterior.

Teste: BYD Tan com maior autonomia agora impõe respeito (Marcos Camargo Jr.)

Em desempenho a BYD compara o Tan com GLB 200 1.3, Discovery Sport 2.0, Audi Q7 Performance e Volvo XC90 Dark 2.0. É também uma forma de enfrentar modelos premium com vantagem com entrega maior e preço equivalente ou até menor.

Teste: BYD Tan com maior autonomia agora impõe respeito (Marcos Camargo Jr.)

Sistema atualizado

Entre as novidades do Tan 2025 estão o pacote de multimídia com tela de 15,6″ e cluster digital de 12,3″ com ICS atualizado, sistema DiLink 4.0 com conexão com 5G e smartphones, som premium Dynaudio de 775watts com 12 alto falantes. Visualmente o painel é o mesmo mas a experiência de uso melhorou muito.

Publicidade
Teste: BYD Tan com maior autonomia agora impõe respeito (Marcos Camargo Jr.)

No primeiro teste do carro há dois anos notamos que não havia espelhamento que hoje já é sem fio e a tradução do sistema ficou bem precisa.

Teste: BYD Tan com maior autonomia agora impõe respeito (Marcos Camargo Jr.)

O BYD Tan agora oferece um head up display com informações de navegação, bancos com aquecimento e nada menos que 30 recursos ativos de segurança que atuam com 15 sensores, câmeras 360°, 7 airbags (antes eram 6) e também freios Brembo com disco ventilado e perfurado.

Publicidade
Teste: BYD Tan com maior autonomia agora impõe respeito (Marcos Camargo Jr.)

A suspensão do carro ganha a solução DiSus-C com sistema “semi ativo” que reage ao modo de pilotagem do motorista. O controle é feito por um módulo eletrônico inteligente. Na prática a mudança é um refinamento maior nas respostas e mais esportividade.

Teste: BYD Tan com maior autonomia agora impõe respeito (Marcos Camargo Jr.)

O saldo positivo é um amadurecimento rápido para o primeiro produto da BYD e uma indicação de que a marca cumpriu sua promessa: se o TAN era só o começo hoje temos uma rede em crescimento com 100 concessionárias e uma marca que investe em eletrificação que já mostrou a que veio. Pena que o BYD TAN seja caro e bem longe do bolso da maioria dos compradores. Além disso, poucos se dispõem a pagar mais de meio milhão de reais em um carro de marca nova, com motor apenas elétrico e com muitas outras opções na mesma faixa de preço.

Publicidade
Teste: BYD Tan com maior autonomia agora impõe respeito (Marcos Camargo Jr.)

O BYD Tan 2025 custa R$ 536,8 mil em versão única. Para quem espera um modelo de sete lugares elétrico a ideia é interessante e reforça a linha elétrica já composta pelo sedã Han, Dolphin Mini, Dolphin, Dolphin Plus, Yuan e Seal sem contar o híbrido Song Plus.


Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.