Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Blog do Nolasco
Publicidade

Em Nova York, Bolsonaro exalta o Brasil e diz que espera vitória no primeiro turno

Presidente afirma que o país passa por um bom momento e que vai crescer ainda mais

Blog do Nolasco|Do R7


Bolsonaro durante seu discurso na Assembleia-Geral da ONU
Bolsonaro durante seu discurso na Assembleia-Geral da ONU

Antes de discursar na abertura da Assembleia-Geral da ONU, na saída do hotel onde está hospedado, o presidente Jair Bolsonaro conversou rapidamente com a imprensa sobre a corrida eleitoral no Brasil e acredita que "o povo está com a gente. Todas as classes sociais, sem exceção".

Há alguns dias, Bolsonaro esteve no nordeste brasileiro, em Garanhus e outras três cidades de Pernambuco e disse que "a aceitação é excepcional, os caras participam de motociatas voluntárias que você conta agora por tempo de moto passando na pista, no mínimo 30 minutos, e a população quer a continuidade do nosso governo".

O presidente ainda atacou as pesquisas eleitorais, que colocam Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT, em primeiro lugar. "Eu não entendo. Quero no primeiro turno para nós. Essas pesquisas não valem de nada, erraram tudo em 2018 e agora obviamente potencializam o outro lado que não pode sair às ruas, nem para tomar um refrigerante no bar. Acredito que está selado isso daí é questão de tempo". Ainda sobre o primeiro turno das eleições, o blog conversou com a campanha do presidente e, segundo pesquisas internas, a disputa com Lula está muito acirrada.

Bolsonaro diz acreditar que as tentativas de atingi-lo e à sua família não tiveram sucesso. "O que interessa é que a inflação está caindo bastante, em relação ao mundo, estamos com a situação bem tranquila, o desemprego pra baixo, nosso PIB crescendo bastante. Vamos entrar no terceiro mês com deflação. Fizemos o maior programa social da história do Brasil, 21 milhões de famílias ganham pelo menos R$ 600 por mês".

O presidente brasileiro finalizou a conversa com jornalistas citando o ministro da Economia: "Como diz o Paulo Guedes, o Brasil está condenado a crescer, isso é motivo de orgulho para todos nós".

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.