Luiz Fara Monteiro Falsa indicação de incêndio faz Gol desviar voo com 191 a bordo

Falsa indicação de incêndio faz Gol desviar voo com 191 a bordo

Tripulação recebeu indicação de incêndio no porão de cargas. Avião, que seguia de Guarulhos para João Pessoa, realizou pouso de emergência seguro em Salvador

Gol: falsa indicação de incêndio a bordo

Gol: falsa indicação de incêndio a bordo

Gol Linhas Aéreas

Trinta e cinco minutos depois do previsto, o Boeing 737-800 da Gol Linhas Aéreas decolou do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, rumo a João Pessoa, na Paraíba.

O voo G3-1512 do último sábado (18) estava lotado.

Eram 9h40 quando a aeronave, com seis tripulantes, deixou São Paulo.

Apesar do ligeiro atraso na saída, os 185 passageiros a bordo mantiveram a expectativa de cumprir seus compromissos na capital paraibana.

O voo transcorria normalmente até a aeronave se aproximar da capital baiana. 

Voo G3-1512: desvio para Salvador

Voo G3-1512: desvio para Salvador

FlightRadar24

Foi quando, no cockpit, soou um alarme de indicação de incêndio no porão de carga dianteiro do avião, em uso há 15 anos.

A tripulação chamou o Controle de Tráfego Aéreo e comunicou a necessidade de realizar um pouso de emergência em Salvador.

Depois de algumas órbitas na região, quando a aeronave deu voltas antes da aproximação, o voo G3-1512 fez um pouso seguro na pista 10, cerca de 19 minutos após emitir o comunicado de emergência. 

Segundo o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), não se constatou princípio de incêndio no porão, e a indicação, portanto, foi considerada falsa.

A aeronave voltou ao serviço após cerca de 26 horas em solo, de acordo com o Aviation Herald.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas