Luiz Fara Monteiro Flybondi faz promoção de Carnaval com desconto de 30% em todos os voos

Flybondi faz promoção de Carnaval com desconto de 30% em todos os voos

Com o código "CARNAVAL", os consumidores poderão ter descontos em passagens aéreas ao efetuar compra durante os quatro dias do feriado

Flybondi: promoção de Carnaval
Flybondi: promoção de Carnaval Flybondi - Divulgação

Primeira companhia aérea low cost a conectar Argentina e Brasil, a Flybondi criou um código promocional que dará 30% de desconto em todas as passagens aéreas compradas no site da empresa durante os próximos quatro dias.

A promoção é válida para compras feitas entre os dias 18 e 21 de fevereiro, ou seja, durante o Carnaval. Para isso, basta inserir o código “CARNAVAL” ao efetuar o pagamento.

Nesta promoção, o consumidor poderá escolher voos entre os meses de março e junho deste ano. A promoção se aplica tanto aos voos internacionais, incluindo as rotas entre Buenos Aires e as três cidades brasileiras (Rio de Janeiro, São Paulo e Florianópolis) como para os voos domésticos na Argentina, para o caso de o viajante querer realizar uma viagem em duas pernas.


Comemorando 5 anos de vida e tendo transportado mais de 6 milhões de passageiros desde que começou a operar, a Flybondi tem atualmente três voos diários de Buenos Aires ao Rio de Janeiro e um da capital argentina para São Paulo. Além disso, a companhia segue oferecendo três voos diários de Buenos Aires a Florianópolis até o mês de abril.

A Flybondi em números:

●      Tem uma frota de 12 aviões Boeing 737-800 NG com 189 assentos de classe única.

●      Voa para 17 destinos na Argentina: Buenos Aires, Bariloche, Corrientes, Córdoba,

●      Comodoro Rivadavia, El Calafate, Jujuy, Mendoza, Neuquén, Posadas, Iguazú, Salta, Santiago del Estero, Trelew, Tucumán, Puerto Madryn e Ushuaia.

●      Atualmente voa para três destinos no Brasil: Rio de Janeiro, São Paulo e Florianópolis

●      Possui market share de 20% no mercado doméstico e de 8% no mercado internacional (janeiro de 2023).

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas