Luiz Fara Monteiro TAAG reforça frota com avião cargueiro e duas aeronaves de passageiros

TAAG reforça frota com avião cargueiro e duas aeronaves de passageiros

Linhas Aéreas de Angola incorporou, em regime de leasing, três aeronaves modelo Boeing 737, sendo um avião cargueiro B737-800 e dois B737-700 para o transporte de passageiros

TAAG: reforço na frota com avião cargueiro e duas aeronaves de passageiros

TAAG: reforço na frota com avião cargueiro e duas aeronaves de passageiros

TAAG - Divulgação

Neste mês de dezembro, a TAAG Linhas Aéreas de Angola incorporou na sua frota um avião cargueiro modelo Boeing 737-800 e duas aeronaves Boeing 737-700 para o transporte de passageiros. A novidade faz parte das estratégias comerciais da companhia de otimizar os níveis e opções de serviços oferecidos aos clientes.

O novo avião cargueiro da TAAG realizou, no dia 19 de dezembro, os dois primeiros voos comerciais de carga, partindo do Aeroporto Internacional Dr. António Agostinho Neto, recém-inaugurado em Luanda, capital de Angola. Os serviços foram realizados nas rotas Luanda-Lagos e Lagos-Luanda, que formalizaram a ligação comercial de carga entre duas das maiores economias da África (Angola e Nigéria). A iniciativa está enquadrada na estratégia da companhia de progressivamente aumentar a sua participação no mercado regional africano de carga aérea.

Paralelamente, com o intuito de melhorar o serviço aos passageiros e reforçar a disponibilidade de voos em um período do ano de elevada procura, a TAAG incorporou duas aeronaves Boeing 737-700 em sua frota. Os aviões têm capacidade para 136 passageiros, sendo 12 em classe executiva e 124 em classe econômica. Eles operarão nos destinos domésticos de Angola com maior tráfego e nas rotas regionais.

A TAAG opera no Brasil com seis frequências semanais saindo de São Paulo com destino a Luanda, em Angola. Da capital angolana, é possível fazer conexões com diversos destinos domésticos e outras cidades da África, como Cape Town, Joanesburgo (África do Sul), São Tomé (São Tomé e Príncipe), Windhoek (Namíbia), Maputo (Moçambique), Kinshasa (República Democrática do Congo), Ponta Negra (República do Congo) e Lagos (Nigéria).

Desde outubro deste ano, os passageiros brasileiros não necessitam de visto para visitar Angola.

Sobre a TAAG

A TAAG – Angola Airlines – foi fundada em 1938 e está baseada em Luanda, capital do país. Por mais de 80 anos, a companhia aérea conecta os angolanos por meio de voos domésticos e internacionais. A TAAG é líder do mercado de aviação em Angola, reconhecida globalmente e com um crescimento sustentado, disponibilizando atualmente 12 destinos domésticos e 13 internacionais. Além do transporte de passageiros, a sua frota realiza igualmente o transporte de carga, um serviço cada vez mais essencial para o desenvolvimento do ecossistema local. A empresa tem um profundo orgulho da sua história, do seu serviço e foco na melhoria contínua.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas