Refletindo Sobre a Notícia por Ana Carolina Cury Reação dos jogadores do Palmeiras após derrota traz lição importante

Reação dos jogadores do Palmeiras após derrota traz lição importante

Perda no Mundial reforça a necessidade de se manter forte diante de momentos difíceis

O Palmeiras viu seu sonho de conquistar o Mundial de Clubes chegar ao fim nesse domingo. Com um desempenho abaixo do esperado, foi eliminado na semifinal, em Doha, pelos mexicanos do Tigres, com derrota por 1 a 0. Agora, com esse resultado, o Palmeiras vai participar da disputa pelo terceiro lugar do Mundial, que acontece na quinta-feira (11).

A reação do time foi de muita tristeza, nem pareciam os mesmos que semana passada estavam eufóricos com a conquista da Libertadores.

Após derrota para o Tigres, jogadores do Palmeiras deixam o gramado decepcionados

Após derrota para o Tigres, jogadores do Palmeiras deixam o gramado decepcionados

REUTERS/Mohammed Dabbous

Ao ver as imagens de decepção do elenco, pensei sobre como nós, seres humanos, temos a tendência de nos deixar dominar pela tristeza quando vivenciamos uma derrota e esse sentimento nos faz ver apenas o lado ruim de algo que nos aconteceu. Todos nós gostamos de comemorar vitórias, mas supervalorizar a derrota é transformar o problema em algo maior do que ele realmente é.

Quando a fraqueza se transforma em força

A maioria das pessoas já passou por algum tipo de derrota na vida, seja em uma competição esportiva, no trabalho, no relacionamento conjugal, familiar, e por aí vai...

Você já deve ter ouvido a seguinte frase: "99 acertos e nenhum elogio, um erro e mil condenações". Normalmente, essa sentença se refere a como os outros nos enxergam, mas, a verdade, é que, na maioria das vezes, nós nos condenamos ao passar por uma perda ou cometer uma falha, nos colocando no fundo do poço e deixando de olhar para as tantas conquistas que já realizamos.

Me lembro que aos 16 anos consegui um emprego numa loja de roupas em um Shopping. Queria conquistar minha independência financeira... No ano seguinte, comecei a cursar jornalismo e passei a ter o sonho de estagiar na área.

Me recordo do primeiro processo seletivo que participei, aos 17 anos. Após muitos testes, conquistei a vaga. Mas, quando fui trabalhar, me chamaram em uma sala e disseram que haviam cancelado aquela oportunidade. Quando estava saindo, a diretora disse que, na verdade, a vaga tinha sido dada para um parente de alguém importante.

Fiquei muito triste, me sentindo a pior das criaturas. Mas, tinha duas opções: ficar chorando pela minha derrota ou usá-la para ficar mais forte para as próximas batalhas. Naquele mesmo dia, me inscrevi em novos processos e, pouco tempo depois, conquistei o tão sonhado estágio na área.

A reação diz tudo

Uma vez uma pessoa disse: "A vida é um perde e ganha... O que importa não é perder ou ganhar, mas sim como reagimos a tudo isso".

Felicidade não é sobre o que lhe acontece e sim sobre como você reage

Felicidade não é sobre o que lhe acontece e sim sobre como você reage

Reprodução

E é verdade. Embora não se trate de um campeonato, há realmente momentos em que temos essa impressão. Em um dia, se está por cima e, em outro, a situação muda completamente de figura.

Nesse cenário, muitas pessoas têm dificuldades para lidar com as tribulações. Isso porque saber enfrentar as perdas exige recursos internos, emocionais.

Por isso, quando as coisas não acontecem como esperamos revelamos o que há em nosso coração. Na verdade, só sabemos se realmente temos autoconhecimento quando passamos por problemas ou sofremos injustiças.

Perder gera sofrimento, mas é inevitável ter de passar por algum tipo de derrota em algum momento da vida e, por isso, é preciso estar preparado. Porque, em meio as perdas, podemos escolher desistir de lutar ou amadurecer. É claro que a segunda opção é a melhor resposta, porque o que vai determinar o  sucesso não é o que aconteceu e sim o que iremos fazer com o que aconteceu.

Nós temos o poder de ressignificar nossas vidas. Lembre-se: Vencer (as) dores = vencedores.

Últimas