Rio de Janeiro Acidente de trem afeta circulação em três ramais da Supervia

Acidente de trem afeta circulação em três ramais da Supervia

Coletivos operam com intervalos irregulares nas linhas Deodoro, Japeri e Santa Cruz.  Passageiros relatam atrasos e superlotação após descarrilamento

trem descarrila

Passageiros enfrentaram filas para embarcar

Passageiros enfrentaram filas para embarcar

Reprodução/RecordTV

O descarrilamento de um trem de manutenção da Supervia, entre as estações de Madureira e Oswaldo Cruz, por volta das 4h15 desta terça-feira (27), afeta a circulação dos ramais de Deodoro, Japeri e Santa Cruz. As linhas atendem as zonas norte e oeste da capital e a Baixada Fluminense. 

Um funcionário ficou levemente ferido no acidente e recebeu atendimento no Hospital Municipal Salgo Filho, no Méier, segundo informou o Corpo de Bombeiros.

Leia também: Mulher é baleada dentro de trem na Baixada Fluminense

Os ramais Santa Cruz e Japeri circulam com intervalos irregulares e as partidas de Nova Iguaçu, Queimados e Campo Grande não serão realizadas nesta segunda. As estações Oswaldo Cruz, Bento Ribeiro e Marechal Hermes chegaram a ser fechadas para embarque e desembarque, provocando transtornos na ida do carioca ao trabalho.

Nas redes sociais, passageiros relatam atrasos e superlotação dos coletivos. 

“Os técnicos da SuperVia trabalham no local para realizar os devidos reparos. A todo momento os passageiros estão sendo informados sobre a situação por meio do sistema de áudio dos trens e das estações", informou, em nota divulgada à imprensa, a Supervia.

O COR (Centro de Operações da Prefeitura do Rio) solicitou reforço nas frotas de ônibus municipais que circulam em Madureira, zona norte da cidade, para atender a demanda dos trens.

Tentativa de assalto em trem termina com um suspeito morto no Rio. Assista:

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira