Rio de Janeiro Antes de cair desacordado ao ser agredido em assalto, idoso tentou ajudar outra vítima em Copacabana

Antes de cair desacordado ao ser agredido em assalto, idoso tentou ajudar outra vítima em Copacabana

Ainda com hematomas no rosto, Marcelo Rubim Benchimol, de 67 anos, disse já ter sido medicado e passado por exames

Idoso já passou por exames e foi medicado

Idoso já passou por exames e foi medicado

Record Rio

O idoso que foi agredido e assaltado, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, no domingo (3), disse que tudo aconteceu após tentar ajudar uma mulher atacada pelo mesmo grupo criminoso. 

Marcelo Rubim Benchimol, de 67 anos, caiu desacordado na avenida Nossa Senhora de Copacabana ao ser atingido por um soco.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

"Me lembro que atravessei a rua e vi uma senhora sendo atacada por alguns rapazes, não sei dizer quantos, acredito que mais de cinco. Na hora, pensei: 'Corro ou ajudo essa senhora'. Optei por ajudá-la. E aí, vieram em cima de mim. Levei alguns socos e me defendi de outros. Mas, em um momento, fui atingido por trás e só me recuperei na UPA", disse em entrevista à Record Rio

Ainda com hematomas no rosto, Marcelo disse já ter sido medicado e passado por exames: "Está tudo normal, e agora estou melhor, mais aliviado".

As imagens de câmeras de segurança da região registraram a ação criminosa e podem ajudar a polícia a identificar os envolvidos no crime. Os suspeitos fugiram a pé após furtar o celular da vítima.

Segundo a Polícia Militar, os vídeos foram entregues para a investigação da Polícia Civil. A 13ª DP (Ipanema) informou que os agentes buscam outras imagens e possíveis testemunhas. 

Últimas