Rio de Janeiro BRT Rio tem paralisação gerada por greve contra o parcelamento do 13º

BRT Rio tem paralisação gerada por greve contra o parcelamento do 13º

Movimento causou desentendimento entre funcionários e passageiros que utilizam os ônibus; algumas linhas de tiveram superlotação

  • Rio de Janeiro | Isabela Afonso, do R7*

Os corredores da Transoeste, Transcarioca e Transolímpica do BRT Rio tiveram os serviços paralisados nesta segunda-feira (30) devido ao protesto dos funcionários contra o parcelamento do pagamento do 13º salário.

Greve é devido o parcelamento do pagamento do 13º salário

Greve é devido o parcelamento do pagamento do 13º salário

Reprodução

De acordo com o consórcio que administra o serviço, o movimento causou irregularidades nos intervalos, o que impediu a operação em todo o sistema.

A greve causou desentendimento entre funcionários e passageiros. A paralisação também gerou superlotação em algumas linhas de ônibus que circulam pela cidade.

O sindicato dos empregadores negocia com o sindicato dos rodoviários sobre a necessidade do parcelamento. Caso a divisão do pagamento não fosse tomada, haveria o risco de os serviços serem interrompido definitivamente, segundo afirma o consórcio.

Ainda segundo o BRT Rio, nesta segunda foi pago 20% do 13º salário. Uma assembleia geral extraordinária com a categoria será realizada na quarta-feira (2), para discutir a questão.

Por volta das 15h à Prefeitura do Rio informou que o município entrou em estágio de mobilização devido a paralização e, também, por conta da previsão de pancadas de chuva moderada prevista para a tarde e para a noite.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas