Rio de Janeiro Cabral é condenado a 47 anos de prisão por Bretas

Cabral é condenado a 47 anos de prisão por Bretas

Somadas as penas em diferentes processos, o ex-governador do Rio  já recebeu pena de mais de 170 anos de reclusão

Cabral processo

Cabral está preso em Bangu 8

Cabral está preso em Bangu 8

Reprodução/Record TV Rio

O ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral foi condenado, nesta terça-feira (11), a 47 anos e 4 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, formação de quadrilha e pertinência à organização criminosa.

A decisão é do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal, no processo que apurou recebimento de propinas em obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), Arco Metropolitano e Linha 4 do Metrô

Em sua decisão, o juiz destacou que Cabral "foi o principal idealizador e articulador dos esquemas ilícitos tratados nestes autos, restando comprovado que esse condenado dirigiu a conduta de outros corréus".

Somadas as condenações em diferentes processos ligados à Lava Jato, Sergio Cabral já recebeu pena de mais de 170 anos de reclusão.

A defesa de Cabral disse que vai recorrer da decisão. Por meio de nota, os advogados do ex-governador afirmaram que "as sentenças da 7ª Vara Federal em face do ex-governador, já não chocam apenas pelas condenações em série, mas por sua inusitada matemática e disparidade de critérios com relação a outras condenações em processos idênticos".

Outros oito réus também foram condenados na mesma ação.

Preso desde novembro de 2016, o ex-governador cumpre pena em Bangu 8, no Complexo de Gericinó.