Rio de Janeiro Cláudio Castro diz que vai abrir mais 450 leitos no RJ 

Cláudio Castro diz que vai abrir mais 450 leitos no RJ 

Cerca de 150 vagas para tratar pacientes com covid-19 devem ser oferecidas pelo governo federal e mais 300 custeadas pelo Estado

O governador em exercício do Rio Cláudio Castro confirmou, na manhã desta sexta-feira (19), que o novo ministro da Saúde Marcelo Queiroga se comprometeu a abrir 150 leitos para tratamento da Covid-19 no Rio. 

Taxa de ocupação na UTI ultrapassa 85% no Rio

Taxa de ocupação na UTI ultrapassa 85% no Rio

Rovena Rosa / Agência Brasil

Nas redes sociais, Castro afirmou que a abertura imediata de vagas na rede federal será em parceria com o Estado e a iniciativa privada.

O governador em exercício disse ainda que outros 300 leitos serão abertos na rede privada e custeados governo estadual. O chamamento público foi publicado no Diário Oficial de quinta (18).

As ações foram comunicadas após o anúncio de novas medidas restritivas para a cidade do Rio. Em entrevista coletiva no Centro de Operações Rio, na região central, o prefeito Eduardo Paes disse estar articulando com o governador e outros prefeitos estratégicas eficazes de combate ao vírus. Segundo Paes, medidas isoladas não funcionarão, caso não tiverem integradas com todo o Estado.

Após vetar praias, Rio prepara mais restrições e vai antecipar feriados

No evento, Paes divulgou o novo Boletim Epidemiológico de casos do coronavírus. Até a semana passada, eram 11.122.429 casos da doença no Brasil, 597.136 no Rio de Janeiro e  211.075 confirmados na cidade do Rio. Agora, o país beira as 287 mil mortes. Com o agravamento do cenário da pandemia, a ocupação de leitos está cada vez maior. Segundo dados enviados até a última quinta-feira (18), a taxa de ocupação na UTI ultrapassa os 85%. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas