Rio de Janeiro Clínica é interditada após morte de funkeira na zona norte Rio

Clínica é interditada após morte de funkeira na zona norte Rio

Agentes da Decon e da Vigilância Sanitária informaram nesta quinta-feira (30) que estabelecimento não possui licença sanitária 

  • Rio de Janeiro | Isabela Afonso, do R7*

Clínica está interditada pelas autoridades

Clínica está interditada pelas autoridades

Record TV Rio

A Decon (Delegacia de Defesa do Consumidor) e a Vigilância Sanitária interditaram, nesta quinta-feira (30), por falta de licença sanitária a clínica em Vila Isabel, zona norte do Rio, onde foi realizado o procedimento cirúrgico que resultou na morte da funkeira Fernanda Rodrigues, mais conhecida como MC Atrevida. 

De acordo com os agentes, o estabelecimento estava fechado e, por isso, não foi possível fazer uma inspeção no local.  

Segundo a Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Fazenda, o estabelecimento tem alvará de funcionamento para clínica e assistência médica, o que não permitia internação no local.

O delegado André Neves, da 20ª DP (Vila Isabel), que está à frente do caso, quer ouvir nos próximos dias a dona da clínica, a filha da proprietária e o médico responsável pelo procedimento.

“Já temos o laudo pericial que apontou a causa da morte dela foi septicemia em decorrência desse procedimento, a gente quer chamar todos os responsáveis para verificar a legalidade e toda documentação, se a clínica tinha disponibilidade para desempenhar todo serviço que vinha desempenhando”, explicou o delegado.

O Cremerj (Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro) também abriu uma sindicância para apurar a morte da funkeira. 

Segundo uma amiga, Fernanda realizou uma hidrolipo, que retirou gordura das costas para implantar nos glúteos. Após alguns dias, ela começou a sentir fortes dores e não recebeu suporte da clínica. 

Ao ser socorrida no Hospital Evandro Freire, na Ilha do Governador, a MC não resistiu. O laudo apontou inflamação generalizada como causa da morte.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas